Resenha | O Primeiro Dia dos Namorados (A Garota do Calendário #12.5) de Audrey Carlan

Seis semanas após o casamento de Mia e Wes, chegou o primeiro Dia dos Namorados que eles vão passar como marido e mulher.

Qual será a surpresa especial que Wes preparou para sua amada? E o presente divertido que Mia comprou para ele? E o que vai acontecer quando eles estiverem a sós no hotel...?

Descubra tudo neste conto especial da série A garota do calendário.

 Série A Garota do Calendário | Conto | Erótico | 30 páginas | Ano 2017 | Verus | Skoob 
Lido em 1 dia | Avaliação: 3 estrelas

 

"Sorri e revirei os olhos. Ele não conseguiu ver da posição em que estava, mas tenho certeza de que sentiu o riso reverberar através de mim e o movimento do meu rosto."

Esse conto se passa seis semanas depois do casamento de Mia e Wes, que acontece no último livro da série, e também é o primeiro dia dos namorados dos dois juntos, já que o relacionamento deles aconteceu de uma forma inesperada e não houveram tantas comemorações assim juntas antes, sendo que esse primeiro dia dos namorados os dois já passam como marido e mulher.

"Em vez de esfriar meus olhares, decidi que preferia jogar sujo. Apesar de estar em uma banheira de espuma que não havia sido feita para dois."

Como o título já deixa claro, nesse livro vamos acompanhar o dia do casal que conquistou tantos fãs. Wes preparou um dia cheio de surpresas para Mia e vemos que a cada momento ele surpreende ela mais, a conquistando com pequenas coisas e mostrando como as suas pequenas peculiaridades são importantes para ele.

Aos poucos podemos ver como Wes vem superando o trauma vivido anteriormente, mas ainda sim deseja de alguma forma que aquilo seja algo importante, Mia por sua vez tenta lembrar Wes que nada do que aconteceu foi culpa dele, a escolha de acompanha-lo nas gravações foi da equipe, não tinha como ele prever que sofreriam um ataque por parte de terroristas e muito menos que muitas pessoas morreriam nesse meio.

"Dessa vez ele sorriu antes de me virar em seu abraço, então nós nos encaramos. Seus traços se tornaram suaves e seus olhos irradiavam luz e amor."

Pela primeira vez, desde que se conheceram, vemos Mia e Wes terem um tempo dedicado à eles, a satisfazer suas vontades, se se preocuparem muito com o mundo ou obrigações com outras coisas, nesse momento, eles se permitem fazer com que aquele momento seja deles, prometendo ali que a partir daquele momento, o casamento deles e eles vão estar acima das outras coisas, que aquele amor compartilhado por eles vai se tornar a prioridade dos dois nesse relacionamento.

"Saímos do carro e Wes segurou minha mão. Prendi a sua para impedir que ele entrasse muito depressa no restaurante. Eu queria que nós curtíssemos o oceano juntos um pouquinho. Wes percebeu, parou atrás de mim, envolveu os braços ao meu redor, o peito nas minhas costas, e se aconchegou no meu pescoço."

O conto é bem gostoso de ler, vemos como os dois personagens de fato se completam nesse relacionamento e como procuram a cada momento fazer com que o outro esteja bem, vemos de forma simples como pequenos detalhes do dia a dia deles nos mostram cada vez mais como Mia e Wes se completam.

"E era isso. Eu não queria dar mais espaço ao sofrimento e à tristeza pelos quais havíamos passado. O Dia dos Namorados foi feito para os amantes. Pelo menos era o que eu sempre tinha ouvido. Esse era o meu primeiro Dia dos Namorados com meu marido, e até agora estava sendo incomparável."


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design