[Personagem da Vez] Magnus Bane


Vamos ser sinceros, com a chegada do Dia das Bruxas, é impossível não pensar nos personagens repletos de mágica que nos encantam não é mesmo? E como nesse post vamos falar de um personagem que aparece em livros, séries e filmes, oss gifs vão mesclar cenas dos dois atores que trouxeram ele para o mundo real.

Magnus Bane por Godfery Gao
Magnus Bane é um personagem da série de livros Os Instrumentos Mortais de Cassandra Clare, foi representado por Godfrey Gao no filme Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos de 2013 e por Harry Shum Jr na série Shadowhunters produzida pela Netflix em 2016.

Magnus também é conhecido como o Alto Feiticeiro do Brooklyn, embora tenha aparência de 20 anos, ele já viveu mais de quatro séculos, o que fez dele uma pessoa sábia e cuidadosa com os outros, sua vida está frequentemente entrelaçada à dos Caçadores de Sombras e Seres do Submundo.

Magnus Bane por Harry Shum Jr
Magnus com uma aparência comum exceto por seus olhos, é filho do Príncipe do Inferno Asmodeus e de uma mulher de descendência holandesa e indonesiana.

Magnus foi criado em uma fazenda por sua mãe e o marido dela, e com isso ele sempre teve muito amor em sua vida, até o momento em que a marca de feiticeiro de Magnus se desenvolveu o que fez ambos terem medo dele, não demorou muito tempo para que sua mãe fosse encontrada no celeiro, e aos 10 anos Magnus sobreviveu a uma tentativa de assassinato feita por seu próprio padrasto, mas ao invés do feiticeiro morrer afogado como o homem esperava, ele sim foi queimado.

Depois disso Magnus foi criado pelos Irmãos do Silêncio em Madrid, a partir dessa época ele ajudou algumas pessoas e com isso acabou fazendo grandes amigos para toda sua vida.

Não se sabe ao certo quando e como Magnus tomou conhecimento sobre quem era seu pai, mas depois de descobrir quem era não demorou muito para que o feiticeiro - sabendo da influência do pai - usasse seu poder para o próprio bem.

Por ter uma incrível habilidade e poder, não demorou muito tempo para que Magnus começasse a cobrar por seus feitiços - mesmo antes de se tornar um feiticeiro totalmente desenvolvido.

Antes mesmo dos 20 anos ele começou a mentir sobre sua idade, afirmando já ter vivido centenas de anos e tendo conhecido grandes figuras históricas, desde imperadores até oráculos, para conseguir uma maior confiança de seus clientes.

Mesmo sendo um ser imortal, Magnus já se apaixonou por um humano, e viveu ao lado dessa pessoa durante toda a sua vida humana e mesmo após 30 anos da morte dessa pessoa ele ainda sofria, não que tenha superado a dor, mas ela passou a ser considerada tolerável.

Com isso é fácil perceber que Magnus por vezes estava viajando por alguma parte do mundo, incapaz de parar em algum lugar, em conversa com uma amiga feiticeira ele comentou sobre essa perda e ouviu a feiticeira lhe confessar que o primeiro amor é sempre o mais difícil de superar.

Magnus mantém a sua aparência desde os 19 anos, é descrito como muito alto e magro, com pele marrom com braços levemente musculosos e uma polegada mais alto que Alec, não possui umbigo.

Ainda é notado como tendo uma aparência um pouco asiática por seus olhos - que são descrito como verdes, mas a sua marca de feiticeiro também é nos olhos, eles ficam como olhos de gato verde-amarelados com pupilas verticais - um pouco puxados.


Dono de cabelos negros que normalmente estão espetados, mas isso já mudou muito ao longo dos séculos - variando de reto e no comprimento do ombro, até curto e espetado - brilhantes e coloridos, usa todos os tipos de maquiagem, como brilho ao redor dos olhos, batom e esmalte.

Ele gosta de exibir sua sexualidade, vestindo calças de couro de arco-íris e outros acessórios chamativos - como um turbante azul e brilhante - por conta dessas roupas extravagantes e chamativas, é visto por algumas pessoas como estranho e único.

Já tem um livro que foi escrito sobre o personagem, e sejamos sinceros, é bem interessante, vale a pena...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design