[Resenha] Lawless - T. M. Frazier

Título: Lawless
Série: King
Autora: T. M. Frazier
Páginas: 234
Editora: Amazon Digital Services
Lançamento: 2015
Nota: 5/5
Skoob
Thia é perfeita e adequada.
Bear é couro e sem lei.
Isso nunca vai funcionar entre eles.
É uma mentira que quase acredito...
"Eu não escolhi essa vida, ela me escolheu, e vivê-la veio com conhecimento e com a aceitação de que todas as manhãs em que eu me levantava para dar uma mijada, poderia ser o meu último dia na terra."

Depois de ler os dois primeiros livros da série você pensa "a história é incrível, não pode ficar melhor", engano seu, depois de conhecermos a história de King mais a fundo, vamos nos aventurar pela história de Bear, e essa é de tirar o fôlego completamente.

Nos dois primeiros livros Bear aparece como um personagem secundário, mas isso não quer dizer que ele não conquiste os leitores, vemos que é um personagem que sofreu muito desde pequeno por causa de seu pai, os abusos que aconteceram em Tyrant - segundo livro da série -, com o que aconteceu com Preppy, nesse livro vemos no inicio um personagem que está na fossa e ninguém sabe como tirá-lo de lá e no fundo parece que ele não quer ser tirado dali.

Apesar de toda contradição, Bear é um badboy extremamente fofo, sei bem que isso não faz muito sentido, mas é a pura verdade, se você leu os livros até aqui vai concordar com isso. Uma hora Bear é o cara vida loka, pegador, matador, drogado, bêbado, que mal se lembra a letra do nome da última - das tantas - meninas com quem passou a noite, e no momento seguinte ele está lutando com unhas e dentes contra o mundo para proteger a sua amada de duas semanas.

E temos Thia, uma persoangem que surge nesse momento na história, assim como Doe/Ray, a mocinha desse livro não é totalemnte indefesa, ela é a personificação da coragem e da ousadia, uma persoangem extremamente madura para os seus 18 anos, mas vemos depois que a sua história de vida a obrigou a amadurecer muito rápido.

Vemos uma criança se apaixonar e se encantar pelo cara mal asism que coloca os olhos nele, acreditando cegamente em suas palavras mesmo depois de anos sem se verem ou mesmo lembrarem da existência um do outro, mas vemos que tudo isso vêem a tona em um momento de desespero que pode ser determinante para os dois.

Vemos a história entre os dois persoangens florecer, mas depois de tudo o que aconteceu no segundo com o MC de Bear, eu acho que esperava um pouco mais deles, afinal, não pode ser atoa que todos na cidade possuem um pé atrás com os motoqueiros.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design