[Resenha] Uma Sombra na Escuridão - Robert Bryndza

Título: Uma Sombra na Escuridão
Série: Detetive Erika Foster
Autor: Robert Bryndza
Páginas: 320
Editora: Gutenberg
Lançamento: 2017
Nota: 5/5
Skoob
Do mesmo autor de A garota no gelo.
A Detetive Erika Foster tem agora um desafio aterrorizante.
“A sombra saiu da escuridão e subiu as escadas silenciosamente. Para observar. Para aguardar. Para colocar em prática o que há tanto tempo planejava.”
Em uma noite de verão, a Detetive Erika Foster é convocada para trabalhar em uma cena de homicídio.
A vítima: um médico encontrado sufocado na cama. Seus pulsos estão presos e através de um saco plástico transparente amarrado firmemente sobre sua cabeça é possível ver seus olhos arregalados.
Poucos dias depois, outro cadáver é encontrado, assassinado exatamente nas mesmas circunstâncias. As vítimas são sempre homens solteiros, bem-sucedidos e, pelo que tudo indica, há algo misterioso em suas vidas.
Mas, afinal, qual é o segredo desses homens? Qual é a ligação entre as vítimas e o assassino?
Erika e sua equipe se aprofundam na investigação e descobrem um serial killer calculista que persegue seus alvos até achar o momento certo para atacá-los.
Agora, Erika Foster fará de tudo para deter aquela sombra e evitar mais vítimas, mesmo que isso signifique arriscar sua carreira e também sua própria vida.
"Ele levantou a cabeça com o sangue dela brilhando nos dentes e continuou de onde tinha parado."

O que dizer desse livro, mais uma vez nos vemos envolvidos em uma trama completamente confusa mas que te prende mais a cada página. E você, junto com a detetive Foster vai procurando entender as pistas, o que liga um assassinato ao outro.

Como no livro anterior é fácil perceber o motivo de Erika ser uma profissional de sucesso, ela não mede esforços para ir atrás do assassino, mesmo que para isso ela precise agir de uma forma um tanto diferente dos outros.

A detetive Foster é o tipo de pessoa que não se importa se tem que fazer alguns inimigos, contando que seja capaz de fazer um trabalho bem feito, mas nem por isso ela é vista como um personagem sem problemas, pelo contrário seus problemas pessoais e defeitos muitas vezes interferem na sua vida profissional.

Ainda somos surpreendidos com algumas páginas onde encontramos conversas do assassino com um 'amigo virtual' onde eles acabam aprendendo muito um sobre o outro, e eles encontram ali, em uma sala de bate papo alguém com quem podem conversar sem serem julgados, desde reclamações da vida até planejar a morte de algumas pessoas.

Vemos então que tanto a detetive quanto o assassino - nesse caso - possuem muita coisa em comum, pontos que poderiam fazer do assassino uma pessoa capaz de superar as coisas ruins que lhe aconteceram, como em outras circunstâncias poderiamos ter Erika do outro lado da história, que não é o da justiça.

Tudo bem que no final do livro vemos que Erika é injustiçada e outra pessoa leva todo o crédito por seu trabalho duro, mas a protagonista sabe dar a volta por cima, mostrando que sabe muito bem que foi injustiçada e não vai aceitar isso, não assim.

O autor consegue deixar aquela vontade incrível para que os outros livros cheguem logo ao Brasil e mais uma vez estejamos envolvidos na invesigação da detetive Foster.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design