[Resenha] Chamado às Armas - Elle Casey

Título: Chamado às Armas
Série: A Guerra dos Fae
Autora: Elle Casey
Páginas: 368
Editora: Geração Jovem
Lançamento: 2014
Nota: 4/5
Skoob
Chegou a hora da guerra no segundo volume da série 'A Guerra dos Fae! Em Chamado às Armas', os Fae da luz são convocados a fazer uma importante mudança e treinar seus dons mágicos para enfrentar os Fae das Trevas.
Jayne Sparks e seus amigos Spike, Chase, Finn e Becky estão na iminência de uma guerra sangrenta e devem sofrer uma mudança, como crianças trocadas, para serem membros dos Fae da Luz com identidades mágicas. Poderão se transformar em elfos, ninfas, daemons, íncubos, anões e duendes verdes, querendo ou não aceitar suas novas identidades, desapontando-se com elas ou não.
Como será resolvida a questão entre os Fae da Luz e os Fae das Trevas? Serão Jayne e seu grupo de amigos capazes de dar conta de uma missão tão espinhosa?
Muitas respostas a estas perguntas, e outras tantas que foram provocadas pelo primeiro volume da série, serão respondidas aos leitores. E surgirão novos e fascinantes enigmas.
"Ouça, meu velho, quando trinta duendes erguem flechas em seus arcos e avidam que você tem trinta segundos para pensar em como se defender, isso é tentativa de assassinato."

Esse livro segue a mesma estrutura do anterior, começa de uma forma calma, mas logo tudo o que acontece vai mostrando o motivo por estar ali no dia a dia de Jayne e seus amigos e logo eles estão envolvidos em uma nova aventura com um propósito novo.

O livro continua exatamente do ponto onde o anterior terminou, com Jayne e seus amigos - exceto Tony - treinando para dominarem seus poderes e se tornarem Faes da Luz para poderem lutar na  inevitável guerra contra os Faes das Trevas.

Vemos cada vez mais Jayne se desenvolvendo e se descobrindo como Fae, mas isso sem que a personagem perca a sua essência o que nos garante muitos momentos engraçados. Jayne continua sendo a personagem revoltada, que fala o que vem a sua mente, mas é fácil perceber que seu coração é enorme e que por vezes ela esperava que as coisas fossem diferentes.

Jayne descobre que é uma elemental, ou ao menos é nisso que todos acreditam já que ninguém sabe de um elemental a muitos anos, mas pelos poderes dela, tudo indica que estão certos. Chase é um daemon, não que fique muito claro quais são os poderes deles, ele é do tipo forte e silencioso, mas vemos que cada vez ele fica mais protetor com relação a Jayne, o que é uma coisa boa já que vemos que ela parece ter ganhado um alvo pintado nas costas quando se tornou Fae. Becky está cada vez mais feliz com suas habilidades e cada vez mais próxima de Jayne, mostrando que a amizade construída por conveniência, já nos faz ver que é mais que isso e é uma daquelas amizades que vai durar. Finn vem aprendendo a desenvolver sua habilidade de forma incrível, mostrando-se cada vez mais talentoso com o arco e flecha. Spike é um incubo e isso significa que ele consegue sentir quando uma pessoa está com uns pensamentos voltados para momentos mais sexy's e voltados para isso do que se imagina, mas isso não quer dizer que ele tenha perdido seu encanto sobre Jayne.

Aos poucos vemos como Jayne sente falta de Tony, e como algo que anda acontecendo com ele, mesmo sem que Jayne saiba exatamente o que é, mas ela se sente preocupada em relação ao seu amigo e tenta a todo custo voltar a se aproximar dele, mesmo que Tony venha colocando uma barreira cada vez maior entre eles.

A história acontece de uma forma um pouco mais lenta que o livro anterior, mas tudo porque Jayne e seus amigos precisam aprender a desenvolver seu poderes e entender todas as responsabilidades que vem junto com isso.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design