[Resenha] Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban - J. K. Rowling

Título: Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban
Série: Harry Potter
Autora: J. K. Rowling
Páginas: 394
Editora: Rocco
Lançamento: 2000
Nota: 5/5
Skoob
Durante 12 anos o forte de Azkaban guardou o prisioneiro Sirius Black, acusado de matar 13 pessoas e ser o principal ajudante de Voldemort, o Senhor das Trevas.
Agora ele conseguiu escapar, deixando apenas uma pista: seu destino é a escola de Hogwarts, em busca de Harry Potter.
Neste livro o leitor estará mais uma vez mergulhando no mundo mágico de Hogwarts e participando de aventuras repletas de imaginação, humor e emoção, que repetem o encantamento proporcionado pelos livros anteriores dessa maravilhosa série de J. K. Rowling.
"O seu pai vive em você, Harry, e se revela mais claramente quando você precisa dele."

Esse livro vem se mostrando um dos mais interessantes de três, afinal, agora Harry está aprendendo que apesar das regras impostas pelo ministério da magia, algumas coisas podem acabar o ajudando. Despois de ser colocado para fora de casa por sua tia - por ter usado magia - Harry não sabe ao certo como, mas ele consegue encontrar um transporte em um ônibus roxo de três andares, o Nôitibus Andante - o transporte de emergência apra bruxos perdidos - o que acaba servindo como um hotel para Harry por um curto período até ele se estabelecer no Caldeirão Furado.

Harry achava que havia sido expulso da escola por ter usado magia fora da escola, mas enquanto está no Caldeirão Furado ele acaba se encontrando com o ministro da magia que o informa que ele não será expulso visto que há um perigo a solta e a proteção era mais importante do que a lei que proíbe qualquer menor de fazer magia fora de casa, já que um dos seguidores de Voldemort, o mesmo que entregou o esconderijo dos Potter havia fugido de Azkaban.

Já no expresso enquanto estão indo para a escola os guardas fazem uma vistoria para ter certeza de que o prisioneiro não está a bordo, mas os guardas são tudo, menos comuns, por ser um dos que mais sofreu durante a vida até aquele momento, Harry é um dos alunos mais afetados - se não o mais - e acaba sendo salvo pelo novo professor de Defesa Contra as Artes das Trevas, o bruxo Remus Lupin.

O fato de Sirius ter fugido de Azkaban já é surpreendente, mas aos poucos outros segredos vão surgindo, sobre ele ser um dos melhores amigos de Tiago Potter, padrinho de Harry, todos esses boatos chegam ao ouvido do protagonista que quer ir atrás dele atrás de respostas e acaba encontrando muito mais coisas do que imaginava.

Mesmo sem permissão para visitar a vila bruxa, Harry passa algum tempo ali, graças a ajuda de seus amigos - os gêmeos Weasley - e ao presente que ganhou em seu primeiro natal na escola de magia - a capa de invisibilidade.

Ao fazer uma nova leitura da série isso vem despertando as mesmas sensações, nos mostrando como cada surpresa é marcante, como cada personagem é importante para a história. A narrativa da J. K. é do tipo que te prende e consegue te levar para um mundo mágico.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design