[Resenha] Arena 13 - Joseph Delaney

Título: Arena 13
Série: Arena 13
Autor: Joseph Delaney
Páginas: 320
Editora: Bertrand Brasil
Lançamento: 2016
Nota: 4/5
Skoob
Primeiro livro da nova série do autor best-seller de As Aventuras do Caça-Feitiço.
Leif tem uma única ambição: tornar-se o melhor lutador da famosa Arena 13. Lá, os espectadores apostam em qual lutador vai derramar sangue primeiro. E, em ajustes de contas, apostam em qual lutador vai morrer.
Mas a região é aterrorizada por Hob, um ser maligno que se deleita torturando a população e exibe o seu poder devastador desafiando combatentes da Arena 13 a lutas até a morte quando bem entende. E isso é exatamente o que Leif quer, pois ele conhece bem os crimes de Hob.
E, no cerne da sua ambição, arde o desejo de vingança. Leif procura revanche contra o monstro que destruiu a sua família. Mesmo que isso lhe custe a vida.
"À medida que a visão vai ficando turva, lembranças do marido e do filho lampejam em sua mente, e ela é invadida por uma onda de tristeza e saudade."

No livro Arena 13 somos apresentados à história do jovem órfão Leif, que deixou a pequena cidde onde vivia - Mypocine - e suas lutas de bastões graças a um bilhete azul, e com isso Leif pretende ser treinado pelo melhor artífice da cidade, demonstrando sua força e valor como guerreiro dentro das lutas nas arenas até que um dia consiga chegar à famosa Arena 13. Mas o jovem garoto ainda tem um longo caminho a percorrer e muitas regras para seguir, mesmo que isso muitas vezes seja confuso para ele, já que a vida como discípulo de Tyron é bem diferente.

Se você está lendo esse livro já esperando pela luta épica - que a capa nos dá a impressão - talvez fique um pouco decepcionado, pois essa luta ainda não aconteceu, mas podemos ver a história segue por esse caminho, mas nesse primeiro livro o autor procura nos ambientar nesse novo universo e seu foco principal passa a ser o treinameno de Leif e como ele tem que aprender a seguir novas regras, já que ele quer ser mais do que o melhor lutador de bastão de Mypocine, mas vemos que logo no inicio ele já faz algunas amigos e inimigos também, o que promete muita confusão para os próximos livros.

O livro é bastante sangrento, assim como o mundo em que os personagens estão vivendo que estão sempre com medo do terrível Hob. Talvez esse tenha sido um dos pontos negativos do livro, tudo bem que o Hob possui uma forma bem sua de lhe dar com tudo, que as regras que se aplicam a todos não valem para ele, mas ainda sim, os cidadãos das cidades poderiam ter mais força de vontade a ponto de defender os seus e a sua cidade, mas não, eles parecem se encolher de medo a cada possibilidade do Hob aparecer.

Mas ainda sim o universo criado por Joseph Delaney para esse livro é incrível, e as lutas possuem regras específicas, tanto que se ele quisesse a história toda poderia ter se passado dentro da arena e ainda teríamos muito o que falar. A narrativa e a história nos remetem a um mundo totalmente novo, mas que com suas brigas de arena muitas vezes passam a impressão da Roma Antiga com seus gladiadores e as arenas, o que já é bem interessante por sua vez.


2 comentários:

  1. Gostei da resenha, como estava estruturada, porém este não é o meu tipo de livros.

    Beijinhos!

    Sara Custódio | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Sara.
      Eu nunca tinha lido um livro nesse estilo, confesso que inicialmente fui muito pela capa e a sinopse, mas no fim gostei da história.
      Beijos.

      Excluir

Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design