[Resenha] Contos da Academia dos Caçadores de Sombras - Cassandra Clare, Sarah Rees Brennan, Maureen Johnson e Robin Wasserman

Título: Contos da Academia dos Caçadores de Sombras
Autores: Cassandra Clare, Sarah Rees Brennan, Maureen Johnson e Robin Wasserman
Páginas: 504
Editora: Galera Record
Lançamento: 2017
Nota: 4/5
Skoob
Os Caçadores de Sombras estão de volta numa novíssima aventura. Todas as histórias são verdadeiras. E, dessa vez, Simon Lewis está pronto para contar a dele.
Numa história contada em 10 contos que revisitam o passado dos Caçadores e aponta para uma nova direção, Cassandra Clare, Sarah Rees Brennan, Maureen Johnson e Robin Wasserman presenteiam os fãs da série com uma jornada de tirar o fôlego, cheia dos personagens que todos já amam.
Simon não se lembra do seu passado, das aventuras que viveu ao lado dos amigos... Nem sequer sabe quem é, de fato. Então, quando a Academia de Caçadores de Sombras reabre, o rapaz mergulha nesse novo mundo, determinado a se reencontrar. Mesmo sem ter certeza de que quer voltar a ser aquele velho Simon de antes.
Mas o local é muito hostil e Simon acaba enxergando muitos problemas em sua nova escola. Como o fato de os alunos mundanos serem obrigados a viver no porão, ou sofrerem com as piadas e os preconceitos dos Nephilim.
Numa jornada para se redescobrir, para voltar a se reconhecer entre os antigos amigos, como Clary Fairchild e sua amada Isabelle Lightwood (mesmo que ele não se lembre desse amor), Simon vai descobrir que pode ser mais do que antes. Que seu destino como Caçador de Sombras vai muito além de sua missão de voltar a ser quem era.
O livro Contos da Academia dos Caçadores de Sombras conta com 10 contos incríveis sobre como mesmo sem se lembrar direito, Simon tentou se tornar um Caçador de Sombras, afinal, ele via que seus amgios tinham esperanças deles ter suas memórias recuperadas quando ele bebesse do cálice.

Ao mesmo tempo Simon vê na Academia dos Caçadores de Sombras a sua esperança de ser o herói que todos acreditam, já que ele não se lembra de ter sido um herói mas parece que todas as pessoas conhecem a sua história.









Simon vê de perto o preconceito que existe entre os que tem sangue de Caçadores de Sombras e os mundanos dentro da própria escola, já que eles são divididos em dois grupos a elite - para os com sangue de Caçadores de Sombras - e a escória - para os mundanos -, mas existem algumas exceções, como é o caso de Simon, que mesmo sendo um mundano, como ajudou a salvar o mundo ele pode se juntar a elite e ter alguns dos melhores quartos que a Academia oferece - não que isso seja de fato muito - mas é melhor do que viver em uma espécie de masmorra - onde ficam os quartos da escória - mas Simon pede para ser transferido para o outro grupo ao ver como seus colegas tratam os outros.

Vemos a evolução de Simon desde o momento em que ele resolve entrar para a Academia até o dia em que ele se torna um verdadeiro Caçadore de Sombras e pode receber a sua primeira marca, assim como vemos ele parar de tentar lembrar quem ele era e aceitar quem ele se tornou, mesmo com a ausencia de algumas memórias especificas.

Simon com seu jeito mundano de ser acaba conquistando um novo grupo de amigos que mesmo no início se mostram confusos - ou sem acreditar que ele de fato não se lembra de nada - mas no fundo mostra pra eles que muito além do que se pensa os mundanos também podem se tornar grandes Caçadores de Sombras.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design