[Resenha] Anjos Duplamente Caídos - Cassandra Clare e Robin Wasserman

Título: Anjos Duplamente Caídos
Série: Contos da Academia dos Caçadores de Sombras
Autores: Cassandra Clare e Robin Wasserman
Páginas: 80
Editora: Margaret K. McElderry Books
Lançamento: 2015
Nota: 5/5
Skoob
A cerimônia de Ascenção de Simon se aproxima neste brilhante desfecho dos Contos da Academia dos Caçadores de Sombras.
"Enquanto o Dia da Ascenção se aproximava, o dia em que eles oficialmente deixariam de ser estudantes e começariam a ser Caçadores de Sombras, George pensava pesarosamente que tudo o que eles faziam seria pela última vez."

Mais uma vez é mencionado a capa e editora da versão americana do livro, já que o mesmo ainda não foi lançado no Brasil.

O livro começa nos mostrando como estão sendo os últimos dias de Simon na Academia, como ele e George estão lhe dando com a ideia de que logo poderão se tornar Caçadores de Sombras e não mais alunos, o que aparentemente deixou George bem emotivo, o que não é de se estranhar já que a partir dessa mudança, suas vidas também serão bem diferentes, eles irão pra batalhas perigosas com o risco de perderem a vida, e muitas vezes sem ninguém pra salvar a pele deles, como vem sendo o caso desde que entraram na academia, isso é claro, se os mundanos passarem pela ascenção e não morrerem no processo, o que faz com que a tomada de decisão seja algo muito importante.

Se tornar um Caçador de Sombras, aparentemente era um sonho de muita gente, mas na hora de fazer o juramento, tudo tem um peso a mais, já que você pode acabar morrendo no processo, mas é o tipo de situação em que você deve pensar que no fim pode valer a pena.

E Simon e seus amigos já mostraram que são diferente, que serão um tipo diferente de Caçadores de Sombras, que não serão superiores aos seres do Submundo como a maioria dos outros - que ataca primeiro e pergunta depois -, mesmo seguindo as regras da Clave, eles estão ciente que nem sempre os fins justificam os meios.

Maiis uma vez é fácil ver como a ligação de Simon e Clary é forte e que eles podem se comunicar muito bem sem palavras, entendendo de fato as necessidades um do outro, mesmo que o outro tente negar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design