[Resenha] Sussurros do País das Maravilhas - A. G. Howard

Título: Sussurros dos País das Maravilhas
Série: Splintered
Autora: A. G. Howard
Páginas: 272
Editora: Novo Conceito
Lançamento: 2017
Nota: 4/5 
Skoob
Alyssa Gardner entrou na toca do coelho para assumir o controle do seu destino. Ela sobreviveu à batalha pelo País das Maravilhas e pelo seu coração.
No conto O Menino na Teia, a mãe de Alyssa relembra o período em que viveu no País das Maravilhas e resgatou o homem que se tornaria seu marido e pai de sua filha.
No A Mariposa no Espelho, conhecemos as lembranças de Morfeu, de quando ele mergulhou nas memórias de Jeb para descobrir os segredos dele e tentar ganhar,, de uma vez por todas, o disputado coração de Alyssa.
No Seis Coisas Impossíveis, Alyssa revive os momentos mais preciosos de sua vida após Qualquer Outro Lugar, e seobre o papel mágico que desempenhou para preservar a felicidade daqueles que ela ama.
Neste livro você encontrará três contos de lembranças inéditas e inesquecíveis. Junte-se novamente aos personagens da série O Lado mais Sombrio e embarque no fantástico mundo do País das Maravilhas.
"Como resultado de seu treinamento de mágica com Morfeu em seus sonhos, ela está executando os feitiços com perfeição, sendo capaz de dar vazão a seus poderes apenas com o pensamento."

A capa desse livro mantém a mesma ideia dos outros livros da série, aquela coisa mais mística bem típica de histórias que envolvem o País das Maravilhas, ele tem a predominância de branco, como se Alyssa estivesse com um véu de noisa, e em sua cabeça é possível ver uma pequena coroa, ainda apresenta alguns detalhes como flores, animais e cartas. A tipografia utilizada para escrever o nome do livro também é a mesma utilizadas nos outros da série, trazendo à capa uma unidade com os outros livros que ao ver é fácil perceber que tem alguma relação com a outra história.

Na primeira história O Menino da Teia, já percebemos como a relação entre Alison e Thomas mudou e está bem mais tranquila, sem segredos entre eles, ele de fato pode apoiar a esposa e a filha, Alyssa, é fácil ainda ver que além dos quatro que já visitaram o País das Maravilhas - Alyssa, Jeb, Thomas e Alison - eles resolveram contar tudo para Jenara e Corbin, o que permite Alyssa fazer magia na frente deles sem nenhum problema.

Mesmo estando no mundo dos humanos, seu acordo com Morfeu continua de pé - Alyssa vai viver como humana até o fim da vida de Jeb, mesmo que ainda visite o País das Maravilhas, mas viverá como intraterrena só depois da morte de seu amado. Contudo, ela está tendo um treinamento de mágica com Morfeu em seus sonhos e é fácil perceber como já se tem uma grande evolução em Alyssa. Voltamos ao passado de Alison e percebemos como sua vida nunca foi fácil, mas que Morfeu a manipulou a fim de levá-la ao País das Maravilhas para conseguir seus objetivos.

Em seguida vamos para A Mariposa no Espelho onde relembramos alguns pontos de O Lado Mais Sombrio, de uma forma bem rápida e pela visão de Jeb sobre o País das Maravilhas, tudo isso acontece quando Morfeu resolve ver as memórias do rapaz com o intuito de descobrir suas fraquezas e com isso ganhar vantagem sobre ele em relação a Alyssa. Contudo Jeb não é um mortal comum, ele está disposto a sacrificar tudo o que tem pela garota que ele tanto ama.

O livro mostra um pouco como é muito diferente o modo de pensar dos humanos e dos intraterrenos, afinal, algumas das coisas que Jeb é capaz de proporcionar para Alyssa, estão bem longe do que Morfeu seria capaz, mesmo que quisesse, ele nunca pensou em como o outro rapaz seria capaz de se sacrificar pela garota daquela maneira, mas isso acaba mudando um pouco a forma como ele pensa, no final ele consegue perceber o quanto as emoções humanas podem se intensas para as pessoas. Surpreendendo Morfeu ao ver que são mais parecidos do que ele gostaria de admitir.

E no fim temos Seie Coisas Impossíveis,vemos um pouco como foi a vida de Alyssa depois da morte de Jeb, quando ela se preparava para abandonar a sua vida humana e abraçar o seu lado intraterreno. Logo de início vemos todo o trabalho que Alyssa teve de escolher um lugar e a forma como 'morreria' no mundo mortal, para enfiim ir aoPaís das Maravilhas para sempre. Depois somos jogados em lembranças da garota, primeiro de quando voltaram de Qualquer Outro Lugar e contaram a Jenara tudo sobre o País das Maravilhas, seguido pelo casamento de Alyssa e Jeb, talvez o momento mais triste do livro, quando os familiares estão se despedindo de Jeb, vemos um pouco do que se torna a vida de Alyssa quando ela de fato se torna a rainha, assim como a complicação que pode ser ter um bebê que não quer simlesmente sair de onde ele conhece e precisa ser convencido pelos pais - Alyssa e Morfeu - de que o País das Maravilhas é um lugar incrível que ele vai gostar de conhecer.

O livro nos mostra alguns contos que passam a ser complemento da história contada na série, seja com contos que poderia ter acontecido entre os livrous, e também outros que são uma espécia de consequência de tudo o que viveram no País das Maravilhas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design