[Resenha] Março - Audrey Carlan

Título: Março
Série: A Garota do Calendário
Autora: Audrey Carlan
Páginas: 144
Editora: Verus
Lançamento: 2016
Nota: 4/5
Skoob
Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo.
O fenômeno editorial do ano e best-seller do New York Times, USA Today e Wall Street Journal.
Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato.
A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil.
Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser...
Mia vai passar o mês de março em Chicago com o empresário Anthony Fasano, que a contrata para fingir ser noiva dele. A princípio Mia não entende por que um homem tão lindo e másculo precisa de uma falsa noiva, mas ela está prestes a descobrir...
"Todo mundo sabe disso, provavelmente no mundo inteiro, mas as pessoas são burras o suficiente para continuar tentando a sorte e mandar pelo ralo o dinheiro da faculdade dos filhos ou do aluguel."

Nesse livro Mia nos leva a um novo cliente o que acaba sendo um relacionamento bem diferente do que ela teve com os outros dois clientes.

O novo cliente de Mia é Anthony Fasano, ex-boxeador e o herdeiro de uma cadeia de restaurantes e não muito diferente dos outros dois clientes ele é dono de um corpo cheio de músculos, mas também é homossexual não assumido. Anthony e seu companheiro - de anos - Hector são muito amigáveis e tentam ao máximo deixar Mia confortável durante esse mês.

Mia foi contratada para se passar por noiva de Anthony diante da família, já que ele tem medo de decepcionar a mãe se ela descobrir que ele é gay, porém as coisas ficam mais complicadas com a pressão sobre casamento e filhos sendo jogada em cima de Mia.

A lição que a protagonista leva dessa vez é que ao tentar agradar a todos, você pode acabar machucando aquelas pessoas que são as mais importantes pra você, e isso pode incluir você mesmo.

Não vemos um amadurecimento da personagem nesse livro, mesmo com Mia aprendendo uma lição importante, mas a autora faz com que os leitores parem pra pensar como é a vida de pessoas que muitas vezes abrem mão da própria felicidade para agradar as pessoas com quem se importam por medo de serem julgadas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design