[Resenha] Julho - Audrey Carlan

Título: Julho
Série: A Garota do Calendário
Autora: Audrey Carlan
Páginas: 144
Editora: Verus
Lançamento: 2016
Nota: 4/5
Skoob
O que você faria para salvar a vida de seu pai? A vida é feita de escolhas.
Mia Saunders fez a dela. O sexto volume do fenômeno editorial nos Estados Unidos, com mais de 3 milhões de cópias vendidas.
Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato.
A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil.
Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser...
Em julho, Mia estará em Miami para ser a estrela principal do novo videoclipe do cantor de hip-hop Anton Santiago. Anton é lindo, confiante e está louco por Mia, mas, para ficar com ele, ela terá de resolver algumas questões do passado...
"Se eu pudesse, empurraria aquelas cenas repugnantes para longe com uma marreta, as trancaria em um armário muito escuro e jogaria a chave fora."

Vamos ser sinceros, nesse vemos finalmente Mia e Wes darem um passo super importante para o relacionamento deles quando resolvem assumir o que sentem um pelo outro, mas não é simplesmente dizer 'eu te amo', é conversar sobre tudo o que aconteceu nos últimos seis meses em que estiveram separados.

Mas vamos falar de Anton, o cliente do mês de Mia, um cantor famoso e completamente compreensivo, que compartilha com a protagonista um pouco de sua história antes de ter uma condição melhor, e recebe em troca a confiança dela para lhe contar o que aconteceu, sendo uma amizade estabelecida de forma fácil, mas não é só com Anton que Mia vai contar, ela ainda vai ter a ajuda extra para superar tudo o que aconteceu vinda de Maria e Heather.

Anton foi o cliente de Mia que teve maior sensibilidade e a ajudou a curar feridas abertas lhe mostrando que o respeito é importante, mostrando a ela que por mais que algumas pessoas ferrem com tudo, outras ainda podem merecer a sua confiança.

Mia foi para Miami, onde iria se tornar a estrela de um video clipe, mas ela não sabe dançar nada, mas logo aprende, o que é um ponto positivo pra ela depois, afinal, se ela quer ser atriz, uma habilidade dessas nunca é demais, o que nos mostra que confiar na jornada pode acabar ajudando Mia na profissão que ela deseja, além é claro de ajudar sua família.

Um ponto frustrante desse livro é que Mia superou muito rápido o ocorrido no livro anterior, o trauma em si não foi trabalhado, as atitudes da personagem se contradizem, e se ela quer ter um relacionamento tranquilo com Wes, sem começar com mentiras, não deveria ter deixado de contar o fato importante do mês anterior.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design