[Resenha] Indomada - P. C. Cast e Kristin Cast

Título: Indomada
Série: House of Night
Autoras: P. C. Cast e Kristin Cast
Páginas: 367
Editora: Novo Século
Lançamento: 2010
Nota: 3/5
Skoob
A vida se complica quando seus amigos estão furiosos com você. Basta perguntar a Zoey. Ela se tornou uma especialista no assunto. Mas mesmo rejeitada, ela não os culpa, sabe que é apenas uma consequência de seus próprios atos.
Neste quarto livro da série House of Night, Aphrodite tem novas visões sangrentas, que incluem uma grande guerra entre vampiros e humanos, liderada por Neferet, e a morte de Zoey. As mudanças ocorrem tão rápido que parece que toda a lógica desapareceu do mundo. Lealdades são testadas, intenções verdadeiras e chocantes vêm à luz, e um antigo mal desperta. Zoey sente que deve mudar o curso das coisas, mas ninguém parece ouvi-la.
"Esperei que ela me desse um daqueles seus sorrisos falsos sarcásticos e dissesse "eu não falei?", mas ela me olhou cheia de compreensão."

De fato a série pode não ter começado da melhor forma, mas a cada livro as autoras vão desenvovlendo uma trama mais envolvente e que exige um amadurecimento bem repentino de seus personagens. Afinal, saber quem é o inimigo é muito diferente de desmascará-lo - ou tentar - principalmente quando ele faz parecer que você é quem está por trás de tudo.

Desde o início do livro é fácil perceber como Zoey precisa estar constantemente atenta ao que está acontecendo ao seu redor, já que Aphrodite teve uma visão dela morrendo de duas formas diferentes - e sabendo que raramente as visões de Aphrodite estão erradas -, a escola está voltando ao seu ritmo normal, mas ainda mantém os Filhos de Erebus ali para garantir a proteção de todos, não que isso seja certeza absoluta nem nada do gênero.

O afastamento de Zoey e seus amigos - que acontece no livro anterior - fez com que a personagem aprendesse a convider com as consequências de suas escolhas, do mesmo modo, fazendo com que ela evoluísse cada vez mais como Grande Sacerdotisa em treinamento. É fácil perceber como a falta d confiança da parte dos amigos, a morte de Loren e o afastamento de Erik a fizeram repensar muitas coisas, mas ainda sim se manteve fiel à Nyx.

O livro se mostra bem melhor e mais envolvente que seus anteriores, mas ainda mantém algumas coisinhas bem chatas, como por vezes as autoras voltarem a explicar que as gêmeas não são gêmeas de verdade; a troca de horário do dia/noite dos vampiros, essas coisas, são pontos que elas sempre fazem questão de frisar o que em vários momentos acaba tornando a história um tanto cansativa, já que esses pontos ficam bem repetitivos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design