[Resenha] Não se Iluda, Não - Isabela Freitas

Título: Não se Iluda, Não
Série: Não se Apega, Não
Autora: Isabela Freitas
Páginas: 272
Editora: Intrínseca
Lançamento: 2015
Nota: 3/5
Skoob
Depois de passar um ano sem namorado, Isabela está determinada a realizar o grande sonho de ser uma escritora reconhecida. Resolve dar os primeiros passos anonimamente, criando um blog onde assina como A Garota em Preto e Branco. Em seu diário virtual, ela desabafa, fala dos amigos, dos não tão amigos assim, e confessa suas aventuras e desventuras amorosas. Assunto é o que não falta.
Durante uma temporada agitada em Costa do Sauípe, na Bahia, acompanhada por Pedro, Amanda e sua insuportável prima Nataly, Isabela conhece o irresistível Gabriel, um sujeito praticamente perfeito, a não ser por um pequeno detalhe... Entre shows e passeios na praia, Isabela precisa admitir para si mesma que sente uma atração cada vez maior pelo seu melhor amigo.
Em seu segundo livro, Isabela Freitas dá sequência às histórias dos personagens de “Não se apega, não”. Dessa vez, com a cabeça nas nuvens e os pés firmemente no chão, a personagem Isabela vai em busca daquilo que seu coração realmente deseja, mesmo quando seu caminho é bem acidentado e cada curva parece esconder uma nova surpresa.
"Nota mental: as palavras podem nos fazer felizes na maior parte do tempo, mas olha, agora sei que elas também podem ferir."

O livro segue a mesma linha do anterior e dá continuidade na história dos personagens, Isabela mudou um pouco, temos que reconhecer que a personagem amadureceu, mas em vários momentos do livro continua sendo aquela que espera pelo príncipe encantado, mas ela não é tão sentimentalista como no primeiro livro, em contra partida passamos a conhecer um pouco mais os outros personagens - a história do Pedro se mostra bem mais interessante do que a de Isabela - e passamos a ter alguns personagens que se mostram um tanto importantes mas que não foram muito bem trabalhados e deixaram alguns questionamentos no ar, como Nataly - a prima de Isabela - e até mesmo o motivo de tanta implicância de Marina com a protagonista.

Ainda em um momento sem relacionamentos da sua vida, Isabela resolve aproveitar a vida, viaja com os amigos e pretende se divertir sem se preocupar com relacionamentos, mas o fim do relacionamento de sua melhor amiga a próxima de um desconhecido, e eles acabam ficando, sem saberem muito um sobre o outro, passando aquela ideia de que isso não será nada mais do que um "amor de verão", que com o fim da viagem também acaba, mas aí que esta a surpresa, já que o desconhecido não é nada mais do que o irmão gêmeo de seu melhor amigo, bom, como cresceram separados eles não tem um bom relacionamento e não parecem fazer questão disso.

O fim do verão chega e com ele uma surpresa, Gabriel - irmão gêmeo de Pedro - se muda para Juiz de Fora e começa a ser mais presente na vida de Isabela, o relacionamento dos dois parece estar ficando cada vez mais sério, para a surpresa de todos, Pedro - o garoto que sempre disse não ter sentimento algum - também está em um relacionamento sério com Nataly - a prima com quem Isabela não se dá muito bem - tudo isso faz com que os dois amigos acabem se afastando e ficando um tempo sem se falar, mas isso não dura muito e quando voltam a se falar Pedro conta pra Isabela que tem sentimentos por ela, sentimentos mais intensos do que amizade e para a surpresa dos personagens - que sejamos sinceros, para os leitores isso não é surpresa alguma - Isabela também admite ter sentimentos pelo amigo.

Esse livro é um pouco melhor que o anterior, mas a autora mantém a mesma forma de escrita, fazendo com que o livro seja um pouco cansativo de ler e a história não vai desenvolvendo de uma forma fluída.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design