[Resenha] Poder - Sarah Pinborough

Título: Poder
Série: Encantadas
Autora: Sarah Pinborough
Páginas: 224
Editora: Única
Lançamento: 2014
Nota: 4/5
Skoob
Acordar uma princesa pode ser letal.
Para fãs de Once Upon a Time e Grimm, a série Encantadas prova que contos de fadas são para adultos! Quando um príncipe mimado é enviado pelo seu pai para tentar desvendar os mistérios de um reino perdido, ninguém imagina os perigos que ele encontrará pela frente! Acompanhado da figura sóbria e sagaz do Caçador e de Petra, uma jovem valente que possui uma ligação muito forte com a floresta, o príncipe acaba encontrando um reino adormecido por uma estranha magia.
Todos os seres vivos foram cercados pela densa mata e estão dormindo, em um sono pesado demais, que só poderia vir da magia. Mas que tipo de bruxaria assolaria uma cidade inteira e seus habitantes? E, principalmente, quem faria mal a uma jovem rainha tão boa e tão bela? A não ser, claro, que os olhos não percebam o que um coração cruel pode esconder...
Poder é o terceiro volume da trilogia Encantadas, e traz como história principal o conto da Bela Adormecida. Porém, esqueça os clichês tradicionais e se entregue a uma nova visão dos contos de fadas, em que heróis e anti-heróis precisam se unir para não perecerem à beleza superficial de princesas e rainhas egocêntricas e aos príncipes em busca de aventuras.
"Depois de duas horas ou mais tentando abrir caminho, cortando galhos e cipós grossos que formavam a muralha densa, estava claro para os três viajantes que não havia nada de natural ali."

Esse livro é o que mais apresenta uma variedade de personagens, de histórias que já conhecemos como A Bela e a Fera, Chapeuzinho Vermelho, Rapunzel, A Bela Adormecida, Rapunzel e ainda temos Rumpelstiltskin. No decorrer dos três livros é possível perceber a constante luta entre o bem e o mal dos personagens, independente de suas tendências a serem os mocinhos ou vilões da história.

É diferente ver a forma com a autora reescreveu a saga de uma forma inusitada e conseguindo fazer com que as histórias tão conhecidas de todos se encaixem de uma forma diferente, aos poucos vemos alguns personagens mostrarem personalidades fortes enquanto outros muitas vezes se mostram fracos e manipuláveis.

Dos três livros da série, esse é o que apresenta cenas mais fortes no decorrer da história, a ligação entre os três livros é tão grande que acaba não importando muito de qual você vai começar a leitura.

A maior parte da história desse livro gira em torno da história da Bela Adormecida, que também é a Bela e a Fera, tudo isso em uma única pessoa. Descobrimos que nessa releitura Rumpelstiltskin tem uma filha, que ele deixa em uma torre com uma bruxa, e o nome dela é de uma garota conhecida por todos por ter um longo cabelo.

A história que passa nesse livro acontece antes dos outros dois livros anteriores, o rei e a rainha percebem que seu filho é um garoto mimado e sem responsabilidades, que só tem interesse em farrear e aproveitar os prazeres da vida, os dois acreditam que se o filho viver uma aventura talvez ele amadureça um pouco, por isso pedem para que ele vá a um reino distante - onde paira um grande mistério – em busca de riquezas para o castelo, com o intuito que essa aventura aconteça de fato eles chamam um jovem caçador da vizinhança para garantir a segurança dele – mas sem que o próprio príncipe saiba.

A viagem acontecia de forma tranquila até que os dois rapazes escutam um grito vindo de uma casa no meio da floresta, local onde acabam encontrando uma senhora e sua neta que estavam sendo atacadas por um lobo – que eles acabam matando – com isso eles conseguem um lugar para passarem a noite e com uma boa refeição, aos poucos eles começam a conversar e o caçador fala sobre a viagem e os planos deles, depois ouvem a velha senhora falar dos mistérios que rondam aquelas terras e convence sua neta Petra a acompanhar os dois rapazes em sua aventura. Após saírem da casa da avó eles continuam a viagem que é longa e cansativa, mas assim quem conseguem chegar no reino eles encontram alguma coisa estranha, todos os moradores da cidade estão em um sono profundo e parecem não acordar de jeito nenhum.

Eles encontram um castelo e uma princesa adormecida com um machucado no dedo de onde caem gotas de sangue, o caçador estaca o ferimento no mesmo instante em que o príncipe encantado pela beleza da garota lhe dá um beijo, despertando não somente ela como todo o reino. Eles passam algum tempo tentando entender o que acontece no castelo, mas aos poucos, coisas estranhas começam a acontecer, eles descobrem que aquela mulher não é somente Bela, como também tem um outro lado que revela também uma Fera. É no castelo que o caçador encontra algo que ele possui nos dois primeiros. No final do livro ainda encontramos uma entrevista da autora que mostra como surgiu a ideia de escrever o livro.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design