[Resenha] Elena - Marina Carvalho

Título: Elena
Série: Simplesmente Ana
Autora: Marina Carvalho
Páginas: 322
Editora: Galera Record
Lançamento: 2015
Nota: 4/5
Skoob
Um livro originado da série Simplesmente Ana.
Este não é um conto de fadas comum. Sim, existe uma princesa. Não uma donzela, mas uma jovem moderna, preocupada com os problemas de seu tempo. Há também um príncipe. Só não espere que ele seja um perfeito cavalheiro. Afinal, uma pitada de bad boy nunca fez mal a nenhum herói.
Elena, filha da princesa Ana — a brasileira que se tornou herdeira do trono da Krósvia —, já não é mais a menininha apaixonada pelo primo Luka, com quem deu o primeiro beijo aos 13 anos. Cresceu, namorou, viajou o mundo. Mas uma notícia surpreendente a faz voltar para casa... justamente quando obrigações familiares também exigem a presença de Luka.
O reencontro é explosivo. Luka não estava preparado para a adulta que a prima tímida se tornou. Uma mulher que sabe muito bem o quer. E quem quer.
"Se antes eu supunha que meus sentimentos por esse homem estranho e temperamental nunca deixaram de existir, a partir deste momento assumo que eles permanecem intactos – se não ainda maiores – dentro de mim."

O livro Elena nos mostra a realidade de uma personagem nova na história de Ana, a filha dela, em muitos aspectos podemos perceber o quanto a princesinha é parecida com os pais e como possui uma personalidade forte.

Mais uma vez Marina nos leva à Krósvia, personagens já conhecidos continuam ali, bem diferente do que nos lembramos, assim como somos apresentados a alguns novos personagens.

Elena, assim como a mãe, não é uma princesa convencional, muito pelo contrário, ela se envolve em casos humanitários, mesmo tendo nascido em berço de ouro, não é muito fã de toda atenção recebida, por vezes vemos relatos de como ela queria ser uma pessoa normal e poder andar anonimamente pelas ruas de Perla, já que mesmo sendo uma princesa a garota procura levar uma vida normal.

Ana e Alex continuam sendo um tipo de casal perfeito, mesmo com a idade já um pouco avançada, eles ainda são lindos, aquele verdadeiro casal de conto de fadas; Ana continua sendo aquela garota doce e gentil que conhecemos nos livros anteriores, mesmo não sendo tão nova ainda é amada por todos, já Alex continua sendo um cara superprotetor – o que as vezes dá nos nervos da filha – e quanto a aparência física ele ainda é o galã da família real que arranca suspiros das mulheres por onde passa.

Luka, não é mais aquele garotinho fofo que era bem divertido junto a nova princesa que veio do Brasil, na verdade ele mudou muito, talvez ainda mantenha aquele garoto carinhoso só perto das irmãs Luce e Giovana, com a mãe Marieva ele se mostra indiferente, se formos prestar muita atenção ele se mostra bastante insensível o que por vários momentos no livro é possível sentir raiva de Luka e da forma como ele trata a mãe, principalmente que nos capítulos dele podemos ver que não é algo fácil para o rapaz, que ele vem sofrendo por fazer isso com ela, mesmo muitas vezes querendo confortá-la ou abraçá-la, aos poucos vamos vendo como a fase rebelde de Luka – que parece ter se iniciado na adolescência – deu lugar a um garoto diferente do que todos acreditam, mesmo com essa pose de bad boy na frente de todos, é um cara atencioso e preocupado com a família, por mais que evite deixar as outras pessoas perceberem isso.

A história se passa em Perla, e não temos muitas informações sobre o Brasil ou seus moradores, sabemos que Estela – madrinha de Elena - se casou, mas essa não tem uma presença marcante no livro, mas podemos ver que a amizade dela e Ana continua forte e Estela ainda é um pouco dramática. Dona Nair e Olivia – a avó e mãe de Ana - só são mencionadas rapidamente no livro e podemos entender que tudo está bem, afinal a princesa não está surtando por nada com essas duas. Ivan parece ter se tornado uma pessoa muito querida por Ana e Alex, já que ele foi o padrinho de Elena, mas não é muito presente na vida da garota já que leva uma vida agitada por namorar um astro.

O livro nos leva a uma Perla diferente do que conhecemos, afinal, a cidade não é mais tão calma e feliz com a monarquia, muitas vezes o livro relata ações - sejam manifestações ou recados passados de uma forma inusitada – mas algumas pessoas não estão nada felizes com a administração do Rei Andrej, e querem ter o direito de escolher seus governantes, sem que alguns tenham privilégios somente por terem nascido naquela família.

Marina escreve o livro de uma forma tão natural e nos vermos entendendo a história do ponto de vista de Elena e Luka, muitas vezes sem entender de fato o motivo do garoto ser tão frio com relação a mãe, que independente do tratamento que receba o trata bem como sempre, demonstrando como sente falta do filho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design