[Resenha] De Repente, Ana - Marina Carvalho

Título: De Repente, Ana
Série: Simplesmente Ana
Autora: Marina Carvalho
Páginas: 320
Editora: Novas Páginas
Lançamento: 2014
Nota: 4/5
Skoob
Virar princesa do dia para a noite foi um susto e tanto. Qual será a surpresa que o destino reservou para ela desta vez?
Na continuação de Simplesmente Ana, a jovem plebeia que viu sua vida se transformar em conto de fadas é obrigada a crescer...
Ana decidiu viver permanentemente na Krósvia, e tudo está às mil maravilhas. Além do namoro cada vez mais sério com Alexander, ela tem um emprego fixo na embaixada brasileira e dedica parte de seu tempo às meninas do Lar Irmã Celeste. Mesmo cumprindo tantos compromissos sociais como princesa, Ana nunca foi tão feliz.
Mas é no Brasil, durante as férias com Alexander, que Ana recebe a pior notícia de todos os tempos: seu pai, o rei Andrej, sofreu um acidente de helicóptero, e seu estado de saúde é delicado. Enfrentar o medo de perdê-lo já seria duro o suficiente se Ana não tivesse uma missão ainda muito mais séria em suas mãos: ela deve assumir o trono e conduzir o país até que a situação se defina. Pouco – ou quase nada – familiarizada com a função, ela vai precisar de ajuda não só para reger o seu país, mas também para manter perto de si aqueles que ama.
"Mas eu preciso admitir: que mulher não viveria em felicidade eterna namorando a cria de Zeus com Afrodite?"

Marina aproveita o que aconteceu na história anterior para nos levar para mais próximo da princesa, nos mostrando a realidade dela com Alex, que agora estão juntos e todos sabem disso. Mas não se engane imaginando que estar junto significa não morrer de ciúme, os dois estão mais próximos sim, não se pode negar isso, mas também não quer dizer que estejam totalmente seguros quanto ao relacionamento que tem, mesmo sabendo que se amam os dois sentem inseguranças.

Logo no início do livro já temos uma reviravolta a história da protagonista afinal, sabemos que ela é a única herdeira do trono, mas acho que não passava pela cabeça de Ana que talvez ela teria que assumir o trono tão cedo. Tudo isso graça a um acidente que seu pai sofre e o deixa em coma.

Mesmo tendo se formado em direito Ana não conhecia a fundo as leis da Krósvia, para isso ela precisou de pessoas ao seu lado a fim de ajudá-la a conseguir governar o país. Mas não importa se você é princesa ou rainha, sempre tem pessoa que pensam diferente de você, e já que a nossa protagonista era nova nisso, não foi difícil para que a oposição procurasse um modo de afastá-la, o que eles não esperavam é que a princesa não se rendesse a chantagens.

A leitura do livro acontece de forma tão suave e natural, sem muitas coisas fora do normal que é fácil se ver dentro da rotina do castelo acompanhando a correria de Ana para conseguir honrar seus compromissos e ainda ser ela mesma, ou seja, ter tempo para o namoro, o trabalho voluntário, mas isso a cada dia se mostra mais difícil, já que enquanto tenta se adaptar à nova rotina Ana vai ficando cada dia mais exausta.

Sabe aquele pressentimento que muitas vezes temos a respeito de alguém? Pois é, o de Ana se mostra mais que isso, já que nunca se deu bem com o marido da tia, mas ao mesmo tempo, ter receio de uma pessoa não quer dizer que ela não preste e coisa e tal, caso contrário a princesa já poderia ter gritado isso aos quatro ventos, sem que que a falta de caráter fosse descoberta de uma forma tão trágica e traumática para a tia e os primos – mesmo que eles sejam muito novos e não compreendam direito o que aconteceu.

A capa do livro nos leva para a realidade da princesa, uma garota sem muito tempo para ficar dentro de vestidos longos ou roupas muito sofisticadas, mas sim uma garota prática pronta para o trabalho, seja ele cara a cara com as pessoas ou através de uma tela. Toda a trama é contada em 320 páginas distribuídas em 39 capítulos, sendo alguns na visão de Ana e outros do ponto de vista de Alex, o que nos leva a compreender um pouco melhor o personagem masculino. No fim dos 39 capítulos temos um pequeno epílogo que nos conta a realidade dos personagens dois anos depois de toda a história.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design