[Resenha] Rainha de Copas - Colleen Oakes

Título: Rainha de Copas
Série: Queen of Hearts
Autora: Colleen Oakes
Páginas: 216
Editora: Universo dos Livros
Lançamento: 2014
Nota: 5/5
Skoob
Nem todo conto de fadas tem um final feliz. Esta é a história de uma princesa que se tornou vilã...
Como princesa de um palácio no País das Maravilhas e futura Rainha de Copas, os dias de Dinah são uma monotonia sem fim. São muitos chás, tortas e uma série de humilhações causadas pelo Rei de Copas, seu pai. O momento mais esperado de seus dias é quando é visitada por Wardley, seu melhor amigo de infância, o futuro Cavaleiro de Copas – e o amor de sua vida.
Quando a coroação de Dinah se aproxima, uma sequência de eventos sangrentos sugere que algo errado está acontecendo nos extravagantes salões do palácio. A princesa terá de desvendar esses mistérios antes que ela perca a cabeça para um inimigo sagaz e sem rosto.
Personagens conhecidos como o Gato de Cheshire, o Coelho Branco e o Chapeleiro Maluco fazem parte da narrativa que encantará os leitores com uma nova perspectiva do País das Maravilhas, criado por Lewis Carroll.
“Todas essas Cartas irão se curvar diante de mim, quando eu reinar ao lado de meu pai, e cortarei as cabeças de quem rir ou até de quem olhar para mim.”

É bem complicado conquistar o público quando se escreve sobre algo de uma história já existente, ainda mais de histórias tão conhecidas como Alice no País das Maravilhas, porém a autora consegue surpreender seu público, criando uma história envolvente para uma personagem que é bem complicada.

Primeiro vamos falar dessa capa linda, de uma composição simples que passa a imagem diferente de uma personagem já conhecida. A imagem mostra uma adolescente que pelas roupas é fácil saber que pertence a alguma família real, porém mostra uma personagem mais delicada do que conhecemos.

O livro conta um pouco da adolescência de Dinah, a Princesa de Copas. O livro conta sobre o relacionamento de Dinah com seu pai, o Rei de Copas; sobre a descoberta de uma irmã, a segunda filha do Rei, a Duquesa do País das Maravilhas, Vittiore; seu relacionamento com seu tutor, Harris, que era como um pai para Dinah, sempre estava ali para lembrar Dinah de seus compromissos para os chás, tentando fazer com que a Princesa não estivesse atrasada para esses compromissos; o conhecido gato de Cheshire que nesse livro é um homem conhecido como o conselheiro do Rei, que parece não ter conquistado a Princesa nem o Príncipe de Copas; temos também Charles, o Príncipe de Copas, irmãos de Dinah, um menino cativante e muito criativo, porém louco que gosta de criar chapéus, não é atoa que seja conhecido como Chapeleiro Maluco; existe alguém um tanto especial para a princesa, Wardley, seu melhor amigo e dono do coração da Princesa, ele está treinando para se tornar o novo Valete de Copas.

Os homens chamados de Cartas são divididos em quatro grupos: as Cartas de Copas, são homens de boa aparência e habilidosos, usam uniformes nas cores vermelho e branco, protegem a família real e o palácio; as Cartas de Paus, usam uniforme cinza, são encarregados da justiça, punem os criminosos e assassinos, são responsáveis por gerir as Torres Negras; as Cartas de Ouros, usam capas roxas vibrantes e são responsáveis por administrar e proteger o tesouro real, sempre buscando aumentar os recursos do Rei; as Cartas de Espadas, usam roupas pretas, são homens duros e obscuros, muitas vezes possuem um passado perigoso, são os homens que normalmente vão para a guerra.

Vamos a história... Dinah cresceu sem receber atenção ou amor de seu pai muito pelo contrário, ele sempre a tratou mal e nunca tentou esconder isso. Dinah cresceu sendo cuidada pelos empregados do castelo, tendo grande parte de sua confiança em Harris, seu tutor. A maioria de seus dias são entediantes e cheios de compromissos como chás, jogos de críquete, aulas para aprender outras línguas utilizadas no reino e por aí vai, mas para Dinah, a melhor parte de seus dias é quando ela consegue fugir dessas obrigações e encontrar com seu melhor amigo Wardley. Porém depois de uma revelação do Rei de Copas algumas coisas estranhas começam a acontecer no castelo, Dinah começa a viver algumas aventuras enquanto procura respostas para o que está acontecendo, para isso a Princesa de Copas se aventura em um dos piores lugares do reino, um lugar onde princesas não deveriam estar, mas é um dos únicos lugares onde ela pode encontrar respostas sobre o que está acontecendo e com isso descobrir uma forma de proteger sua coroa.

Com uma leitura fácil, uma história repleta de aventuras, envolvente e inesperada, é um livro que pode ser lido rapidamente, e faz com que vejamos a Rainha de Copas de forma diferente, com o passar das aventuras que Dinah vai vivendo e com o desenrolar da história é fácil torcer por Dinah e ver que ela é uma personagem mal compreendida pelas pessoas.

O livro termina de uma forma tão envolvente que é fácil lamentar sobre o seu final, a autora consegue deixar uma oportunidade muito boa para o lançamento da continuação, deixando os leitores um tanto curiosos sobre o que vai acontecer, querendo logo que seja lançado o novo livro da série.

Após a leitura é fácil ver que Colleen teve uma sensibilidade incrível ao criar a história de uma época desconhecida da vida de uma personagem tão marcante nas histórias em que aparece, a trama explica muitos pontos sobre a personalidade da Rainha de Copas nos contos já famosos e com certeza a continuação da série deve aproveitar para mostrar com mais detalhes como uma princesa se tornou uma vilã.

E para quem ainda não leu: Atrasado! Atrasado! Você está muito atrasado!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design