Geek Legend

Resenha | O Primeiro Dia dos Namorados (A Garota do Calendário #12.5) de Audrey Carlan

Seis semanas após o casamento de Mia e Wes, chegou o primeiro Dia dos Namorados que eles vão passar como marido e mulher.

Qual será a surpresa especial que Wes preparou para sua amada? E o presente divertido que Mia comprou para ele? E o que vai acontecer quando eles estiverem a sós no hotel...?

Descubra tudo neste conto especial da série A garota do calendário.

 Série A Garota do Calendário | Conto | Erótico | 30 páginas | Ano 2017 | Verus | Skoob 
Lido em 1 dia | Avaliação: 3 estrelas

 

"Sorri e revirei os olhos. Ele não conseguiu ver da posição em que estava, mas tenho certeza de que sentiu o riso reverberar através de mim e o movimento do meu rosto."

Esse conto se passa seis semanas depois do casamento de Mia e Wes, que acontece no último livro da série, e também é o primeiro dia dos namorados dos dois juntos, já que o relacionamento deles aconteceu de uma forma inesperada e não houveram tantas comemorações assim juntas antes, sendo que esse primeiro dia dos namorados os dois já passam como marido e mulher.

"Em vez de esfriar meus olhares, decidi que preferia jogar sujo. Apesar de estar em uma banheira de espuma que não havia sido feita para dois."

Como o título já deixa claro, nesse livro vamos acompanhar o dia do casal que conquistou tantos fãs. Wes preparou um dia cheio de surpresas para Mia e vemos que a cada momento ele surpreende ela mais, a conquistando com pequenas coisas e mostrando como as suas pequenas peculiaridades são importantes para ele.

Aos poucos podemos ver como Wes vem superando o trauma vivido anteriormente, mas ainda sim deseja de alguma forma que aquilo seja algo importante, Mia por sua vez tenta lembrar Wes que nada do que aconteceu foi culpa dele, a escolha de acompanha-lo nas gravações foi da equipe, não tinha como ele prever que sofreriam um ataque por parte de terroristas e muito menos que muitas pessoas morreriam nesse meio.

"Dessa vez ele sorriu antes de me virar em seu abraço, então nós nos encaramos. Seus traços se tornaram suaves e seus olhos irradiavam luz e amor."

Pela primeira vez, desde que se conheceram, vemos Mia e Wes terem um tempo dedicado à eles, a satisfazer suas vontades, se se preocuparem muito com o mundo ou obrigações com outras coisas, nesse momento, eles se permitem fazer com que aquele momento seja deles, prometendo ali que a partir daquele momento, o casamento deles e eles vão estar acima das outras coisas, que aquele amor compartilhado por eles vai se tornar a prioridade dos dois nesse relacionamento.

"Saímos do carro e Wes segurou minha mão. Prendi a sua para impedir que ele entrasse muito depressa no restaurante. Eu queria que nós curtíssemos o oceano juntos um pouquinho. Wes percebeu, parou atrás de mim, envolveu os braços ao meu redor, o peito nas minhas costas, e se aconchegou no meu pescoço."

O conto é bem gostoso de ler, vemos como os dois personagens de fato se completam nesse relacionamento e como procuram a cada momento fazer com que o outro esteja bem, vemos de forma simples como pequenos detalhes do dia a dia deles nos mostram cada vez mais como Mia e Wes se completam.

"E era isso. Eu não queria dar mais espaço ao sofrimento e à tristeza pelos quais havíamos passado. O Dia dos Namorados foi feito para os amantes. Pelo menos era o que eu sempre tinha ouvido. Esse era o meu primeiro Dia dos Namorados com meu marido, e até agora estava sendo incomparável."


[MARVEL] A ordem cronológica dos filmes

Sempre que aproximamos de uma estréia de filme ou mais um sucesso Marvel, vem aquela dúvida inquietante de qual será a ordem correta dos filmes, seja para entender melhor ou para uma maratona marota antes da estréia, pois bem, separamos essa ordem cronológica para que nossos leitores possam seguir e marcar uma possível maratona sozinho ou com os amigos. (rs) 

Teve inicio a partir do filme do Homem de Ferro, exibido no ano de 2008 onde a Marvel inicia a história de um universo interligado considerando-se o ponto de partida como fase um. 

A fase um é muito importante para o universo Marvel, pois é nela que se apresenta a origem de cada membro dos vingadores. 

Resultado de imagem para Capitão America: O primeiro vingador gif

Capitão America: O primeiro vingador, estreou no dia 29 de julho de 2011 e foi dirigido por Joe Johnston, conta a historia do garoto Steve Rogers (Chris Evans) tinha o sonho de servir o pais no exercito e por não ter o perfil foi recusado varias vezes após tentar se alistar em vários estados, até que é encontrado por um cientista que propõem que ela faça parte de uma experiência, após sua transformação Rogers não é levado a serio na defesa pelo pais e vira celebridade representado como Capitão America, então após a criação de armas nazistas o soldado é colocado em ação defendendo os estados unidos na 2ª guerra mundial. 

Resultado de imagem para Homem de Ferro gif

Homem de Ferro, lançado em 30 de Abril de 2008 iniciando a primeira fase teve como diretor Jon Favreau, Conta a historia de Tony Stark (Robert Downey Jr), tendo como herança as industrias Stark que é citada no filme do Capitão America, Tony também é um brilhante inventor, no inicio da saga o herói é sequestrado por terroristas que tentam obriga-lo a contribuir uma arma devastadora, mas stark cria uma armadura que o ajuda a fugir do cativeiro, a partir dai passa a combater o crime sendo nomeado como Home de Ferro. 

Resultado de imagem para Homem de Ferro 2 gif

Homem de Ferro 2, não sei se por coincidência ou por simples capricho é lançado no aniversario de dois anos do primeiro filme em Abril de 2010 dirigido pelo mesmo diretor do primeiro filme, onde Tony Stark entra em conflito com o governo dos estados unidos que querem a qualquer custo posse de sua armadura, ele tem o apoio Natasha Romanoff (Scarlett Johansson) e Nick Fury (Samuek L Jackson) diretor da S.H.I.E.L.D.

Imagem relacionada

O Incrível Hulk, dirigido por Louis Leterrier, foi lançado no dia 13 de junho de 2008, Conta a história do cientista Banner (Edward Norton) que vive se escondendo enquanto tenta descobrir como retirar a radiação gama que esta em seu sangue, fugindo então do seu perseguidor general Ross (William Hurt) e da maquina militar construída para capturar e explorar os poderes do incrível Huck. 

Resultado de imagem para Thor gif

Thor, chegou aos cinemas em Abril de 2011 dirigido pelo diretor Kenneth Branagh, uma opinião pessoal minha que acho o Thor extremamente arrogante, mas acredito ser uma das únicas pessoas a achar isso. Thor (Chris Hemsworth) prestes a receber a coroa e o trono de Asgard das mãos do Rei Odin(Anthony Hopkins) então o príncipe passa por cima das ordens do pai para encarar um reino que havia prometido vingança ao rei, ao passar por cima das ordens do Pai e com o risco de iniciar uma nova guerra, Odin retira os poderes de Thor e o manda para um reino distante que para nossa alegria este reino é a terra, então Thor conhece a cientista Jane Foster (Natalie Portman) que o ajuda a recuperar seu martelo enquanto Loki (Tom Hiddleston) elabora um plano para assumir o trono de Asgard. 

Resultado de imagem para Vingadores gif

Vingadores, este filme foi lançado no ano de 2012, Loki o irmão de Thor retorna a Terra para roubar uma caixa magica, ele foi enviado por uma raça alienígena chamada Chitauri, ao capturar a caixa Loki adquire mais poderes, então no intuito de lutar contra o mal um grupo com grandes habilidades e que jamais haviam trabalhado juntos se reúnem para esta batalha, Tony Stark, Capitão America, Thor, Hulk e a viuvá negra lutando também para conterem o ego de cada um desses super heróis. 


A segunda fase é marcada por heróis que já conhecemos e também novos heróis. 

Resultado de imagem para Homem de Ferro gif

Homem de Ferro 3, lançado em abril de 2013, dirigido por Shane Black, então desde o ataque dos Chitauri em Nova York com a ajuda de Loki, Tony vem enfrentando dificuldades para dormir e quando consegue tem terriveis pesadelos ele teme não conseguir proteger a mulher que ama Pepper Potts (Gwyneth Paltrow) dos vários inimigos que adquiriu após vestir a armadura então um desses inimigos o ataca destruindo a sua mansão e colocando Pepper em Risco, então Tony luta para enfrentar o seu maior medo: o de fracassar. 

Resultado de imagem para Thor: O mundo Sombrio gif

Thor: O mundo Sombrio, Lançado em 2013 dirigido por Alan Taylor, Thor Lidava com as ultimas batalhas a procura da conquista da paz entre os nove reinos, então após um longo período adormecido o elfo negro (Christopher Eccleston) procura por vingança, com planos para levar todos para a escuridão então thor orientado por seu pai Odin conta com a ajuda dos companheiros Volstagg(Ray Stevenson), Sif (Jaimue Alexander), entre outros e também do irmão Loki, com um grande plno de salvar o universo Thor reencontra a amada Jane Foster, que novamente se encontra em perigo. 

Resultado de imagem para Capitão America: O Soldado Invernal gif

Capitão America: O Soldado Inversal, lançado no dia 10 de abril de 2014 e dirigido por Anthony Russo e Joe Russo, dois anos após o ocorrido em Nova York em Os Vingadores The Avengers, Steve, continua se dedicando ao trabalho fiel a S.H.I.E.L.D lidando também com o fato de ter sido descongelado, acordando décadas depois de seu tempo, em parceria com Nataha Romanoff, também conhecida como viuvá negra ele é obrigado o poderoso inimigo chamado soldado Invernal, que visita Washington e abala o dia a dia da S.H.I.E.L.D. 

Resultado de imagem para Guardiões das Galaxias gif

Guardiões das Galaxias, aconteceu em 2014 dirigido por James Gunn, Petter Quill (Cris Pratt) foi abduzido da terra quando ainda criança, fez carreira como saqueador ganhando o nome de senhor das estrelas. então ele ousa roubar uma esfera do poderoso vilão Robab, da raça Kree, então Quill passa a ser procurado por vários caçadores de recompensas e para escapar do perigo une suas forças com quatro personagens fora do sistema: Groot, uma arvore humanoide, a A sombria e perigosa Gamora, o Guaxinim Rocoon , o vingativo Drax e o destruidor. O Senhor das Estrelas descobre o poder que a esfera possui o o grupo muda para guardiões tentando proteger o futuro da galaxia.  

Resultado de imagem para Guardiões das Galaxias 2 gif

Guardiões das Galaxias 2, lançado em Abril de 2017, dirigido pelo mesmo diretor, agora que são reconhecidos como Guardiões das galaxias viajam pelos planetas tentando manter a união e enquanto isso tentam descobrir a verdadeira historia sobre o pai de Quill. 

Resultado de imagem para Vingadores: Era de Ultron gif

Vingadores: Era de Ultron, dirigido por Joss Whedon lançado em abril de 2015, mantendo o plano de proteger o planeta como, Tony Stark busca criar um sistema de inteligencia artificial com a promessa de cuidar da paz mundial. O projeto não da certo e gera o nascimento de Ulton, então O Capitão America, O Homem de Ferro, Viúva Negra, Hulk e Gavião Arqueiro terão que unir forças para mais uma vez salvar o dia. 

Resultado de imagem para O Homem Formiga gif

O Homem Formiga, lançado em julho de 2015 e dirigido por Peyton Reed, Finaliza a segunda etapa contando a história do Dr Hank Pym(Michael Douglas) que inventa a fórmula / traje que permite o encolhimento de uma pessoa, então anos depois da descoberta o seu ex pupilo Darren Cross(Corey Stoll) consegue replicar o efeito e vende a tecnologia para uma organização do mal. Depois de sair da Cadeia Scott Lang (Paul Rudd) está disposto a reconquistar o respeito da ex mulher e da primeira filha, então com dificuldade de arrumar emprego aceita praticar o último golpe, o que ele não esperava que tudo não passava de um plano do cientista que já observava a anos o ladão e sua agilidade sendo o escolhido para vestir o traje do Home-Formiga. 

A Terceira parte é a famosa parte "Agora vai" pois é neste que os super heróis conhecerão o vilão Thanos, e também marcando o surgimento de novos personagens. 

Resultado de imagem para Vingadores: Guerra Infinita gif

Capitão America: Guerra Civil, Lançado em Abril de 2016, dirigido pelos irmãos Russos, marca o Capitão America como lider atual dos vingadores e o grupo de heróis que é formado por Viuva Negra (Scarlett Johansson), Feiticeira Escarlate(Elizabeth Olsen), Visão(Paul Bettany), Falcão(Anthony ), e a maquina de combate (Don Cheadle). A Batalha de Ulton fez com que o governo buscassem formas de controlar os Super-heróis tendo em vista que o ato de cada um deles afeta toda a humanidade. Tal combate coloca Capitão America contra Tony Stark. 

Resultado de imagem para Doutor Estranho gif

Doutor Estranho, Lançado em Novembro de 2016, dirigido por Scott Derrickson, Stephen Strange (Benedict Cumberbatch) É um neurocirurgião que leva sua vida normal até sofrer um acidente de carro que deixa suas mãos debilitadas, então ele vai em busca da cura em um lugar que descobre ser também a linha de frente de forças malignas que pretendem destruir nossa realidade então ele passa a treinar e adquire poderes ficando no impasse entre lutar contra as forças do mal ou voltar para a vida comum. 

Resultado de imagem para Homem Aranha: De Volta Ao lar gif

Homem Aranha: De Volta Ao lar, Marcando o retorno do herói para a Marvel é lançado no dia 6 de julho de 2017 dirigido por Jon Watts, sua primeira aparição foi ao lado dos vingadores que arrancou diversas risadas no cinema por se tratar de um jovem imaturo e de humor peculiar, Peter Parker (Tom Holland) volta para a casa e a luta diária com pequenos crimes nas redondezas, ele pensa que encontrou a missão da sua vida quando o vilão Abutre(Micheel Keaton) surge tirando a paz da cidade. 

Resultado de imagem para Thor: Ragnarok gif

Thor: Ragnarok, estreou no dia 26 de outubro de 2017 dirigido por Taika Waititi, Thor esta preso em um universo diferente e ele precisa correr contra o tempo para voltar para Asgard e parar o Ragnarok que se trata da destruição de seu mundo ativado pela poderosa vilã e irmã de Thor, Hela (Cate Blanchett). 

Resultado de imagem para Pantera Negra gif

Pantera Negra, estreou em fevereiro de 2018 dirigido por Ryan Coogler, Após a morte do Rei de Wakanda o príncipe retorna para a cerimonia de coroação com a presença das cinco tribos que compõem o reino, porem uma delas (Jabari) não concorda com o atual governo. T'Challa(John Kani) recebe o apoio de Okoye (Danai Gurira) a irmã Shuri (Letitia Wright)  que condena a área tecnológica do reino, juntos eles procuram por Ulysses Klaue (Andy Serkis) que roubou algo precioso do reino. 

Resultado de imagem para Vingadores: Guerra Infinita gif

Vingadores: Guerra Infinita, fecha o ciclo até o momento, atualmente nos cinemas rankiado com uma das 5 maiores bilheterias do mundo foi lançado no dia 26 de Abril de 2018, dirigido pos Joe Russo e Anthony Russo, nos mostra a enfim chegada de Thanos (Josg Brolin) a terra que procura reunir as Joias do Infinito, para enfrenta-lo os vingadores se juntam lidando também com desavenças internas do grupo. 


Porem Kevin Feige, confirma que ha falhas cronológicas que no fim diz que em algum momento sera divulgada uma real ordem cronológica, quem sabe mas alguns filmes para cobrir as lacunas do tempo né ? enquanto isso faça a sua maratona baseando-se na ordem cronológica que fizemos para vocês. 

Espero que gostem do conteúdo, compartilhem com os amigos fãs da Marvel. 


Resenha ||| Dezesseis Luas - Margaret Stohl e Kami Garcia

Título: Dezesseis Luas
Série: Beautiful Creatures
Autoras: Margaret Stohl e Kami Garcia
Páginas: 490
Editora: Galera Record
Lançamento: 2010
Nota: 2/5
Skoob
Em Dezesseis luas não há vampiros. nem tampouco lobisomens. Anjos também não aparecem no enredo. Mas não falta aventura e romance. Ou outros personagens fabulosos, como bruxas. espíritos e zumbis. E uma certa atmosfera gótica ronda a obra.
Na pequena Gatlin, com sabor à Nova Orleans, uma mágica poderosa e adormecida força está prestes a ser libertada. E com a ajuda de dois adolescentes: Ethan Wate e Lena Duchaness.
Ethan é um menino comum: parte do time de basquete. algumas paqueras, órfão de mãe, criado por um pai ausente e uma velha babá com talento para feitiçaria.
Seu melhor amigo, carona oficial para todos os eventos, quer montar uma banda. Nada diferente de outros adolescentes locais.
Mas é à noite que Ethan se destaca. Ao som de uma música que fala sobre dezesseis luas, dezesseis anos, uma menina de olhos verdes lhe aparece em sonhos. O problema é que quando acorda. marcas conseguidas no universo onírico estão em seu corpo.
O mistério começa a se revelar quando Lena chega à cidade. Ao conhecê-la na escola Ethan não tem dúvidas: é a menina de seus sonhos. Literalmente. Que o atormenta em pesadelos, a quem tenta salvar desesperadamente.
O que se segue é uma história de almas gêmeas e segredos perigosos e obscuros. E Lena e Ethan precisam confiar um no outro para que possam vencer uma maldição com poder para acabar com tudo à sua volta. Será que eles vão conseguir?
"Estava sussurrando algum tipo de cântico em uma língua que eu não entendia, mas já tinha ouvido em algum lugar antes."

Eu gosto de histórias sobrenaturais, não me entenda errado, isso até foi um dos motivos desse livro ter me chamado a atenção, comprei muito antes de terem lançado o filme, tentei ler várias vezes, mas a história simplesmente não me prendia, e dessa vez não foi diferente, tive que me forçar algumas vezes para poder terminar a história, pretendo ler a continuação - por não gostar de parar algo no meio, mas não faço ideia de quando.

“... cada superfície do quarto estava coberta com a distinta caligrafia dela em preto. Nas beiradas do teto agora tinha: a solidão domina aquele que você ama. Quando você sabe que pode nunca mais abraçá-lo. Nas paredes: Mesmo perdida na escuridão. Meu coração vai encontrar você.”

Logo no início do livro percebemos que as pessoas que moram em Gatlin não são muito adeptas a mudanças, estão acostumadas com a sua forma de ser e agir, os moradores são rotulados de acordo com sua família, e as famílias em Gatlin sempre foram as mesmas, todos parecem se conhecer. Como em toda cidade pequena - dos livros pelo menos - a igreja dita as regras da sociedade, e ali as mulheres do 'FRA' determinam quem é bom e quem não é.

“Mas não quando se tratava dela. Não dava para evitar. Eu sempre pensava nela. Sempre voltava a ter o mesmo sonho, mesmo não conseguindo explicá-lo. então, era esse o meu segredo, tudo que queria contar. eu tinha 16 anos, estava me apaixonando por uma garota que não existia e estava ficando louco.” 

Ethan perdeu sua mãe a pouco tempo em um acidente de carro, vive em uma casa com seu pai e Amma - uma espécie de governanta - mesmo sendo um dos astros do time de basquete da escola tudo o que Ethan mais deseja é se formar e deixar Gaitlin ser parte do seu passado e nada mais. Tudo o que ele não imaginava é que uma garota misteriosa iria começar a aparecer em seus sonhos e depois seria uma presença real em sua vida.

Lena e a garota nova que esta tentando se adaptar a cidade, mas serr a sobrinha do recluso Macon não ajuda muito nisso, Lena e sua família guardam um segredo, uma madição. Com o aniversário de 16 anos de Lena se aproximando els está prestes a ser invocada, resta saber se para a 'Lúz' ou para as 'Trevas'.

"Minha mãe dizia que só existem dois tipos de pessoas em Gatlin: Os muito burros para irem embora e os condenados a ficar."

Apesar de ter uma ideia bastante interessante a histpória se desenvolve de um jeito massante e confesso que tive que me obrgar para continuar a leitura  enão abandonar o livro.


Resenha | A Borboleta de Liége Báccaro Toledo

A Dama da Borboleta é uma enigmática figura do mundo de Edrim, uma personagem folclórica que aparece em canções e contos de fada nos continentes de Amspar e Lontar. No entanto, ninguém sabe ao certo quem ela foi ou se ela realmente existiu.

Para as crianças, ela não passa de uma linda mulher com asas azuis como safira; alguns dizem que ela foi uma guerreira que lutou pela paz entre elfos e homens, e outros contam que era uma andarilha, uma mulher perdida e silenciosa, que falava apenas com as borboletas.

O conto "A Borboleta" conta a verdadeira história por detrás das lendas...

 Conto | 29 páginas | Ano 2013 | Independente | Skoob 
Lido em 1 dia | Avaliação 4 estrelas
 
 
"Tomou o corpo daquela mãe que morrera em desespero e a transformou com suas próprias lágrimas, que vertera por amor. Transformou-a como ela desejara, despejando o dom da divindade naquele corpo frágil, e abnegando seu próprio direito de criar para testemunhar o que nasceria a partir da vontade daquela mãe. E então a Deusa viu surgir, à sua frente, uma criatura contraditória em sua natureza: ferocidade e delicadeza, fragilidade e força. A dragoa-mãe era linda e amedrontadora. Talvez aquela fosse uma expressão do amor de Katriana por sua filha. Do amor que uma mãe, se amasse verdadeiramente sua cria, poderia sentir. O perfeito equilíbrio entre força e doçura."
Sabe aquele conto que você começa a ler sem esperar muita coisa mas no fim acaba se encantando e ficando bem feliz de ter se deixado arriscar pela leitura de algo inesperado? Foi exatamente o que aconteceu aqui, confesso que comecei a leitura sem muitas expectativas, mas não me arrependi, a cada palavra me vi mais envolvida nesse mundo lindo e confesso que quando cheguei no final eu não queria acreditar que tinha acabado.
"A borboleta, por mais estranho que aquilo parecesse, tornou-se sua melhor amiga e companheira. Sempre fechada, sempre sozinha por mais que estivesse acompanhada, Lyriel não via mal em falar com aquela curiosa criatura que jamais a abandonava. Com o tempo, a Dama da Borboleta passou a ser vista como uma protetora excêntrica. Sua beleza e sua bondade a salvaguardavam de denominações mais maldosas, mas era certo que aquela mulher não era comum, falando com sua borboleta como se fala com um amigo. Talvez tivesse sido tocada pela Deusa, e não pudesse ser compreendida pelos mortais comuns. E realmente algum poder circundava Lyriel, algum encanto. Suas vitórias e conquistas na luta pelo convívio entre elfos e humanos seriam cantadas pelos bardos, mas depois de algum tempo ninguém mais sabia seu nome. Ela era apenas a Dama da Borboleta. Um construto. Uma imagem, um conceito andante, alguém que já não se sabia mais quem era além daquilo que realizava."
Logo no início já vemos a aflição de uma mãe que precisa tenta a todo custo salvar a sua fila de ser morta, mas perceber que isso não será algo fácil já que estão sendo perseguidas e seu corpo não tem mais forças, em um determinado momento ela percebe que não tem outra saída, as duas vão acabar mortas, faz uma prece silenciosa a Deusa, mas escolhe ao menos que se ambas precisam morrer que vai ser de uma forma menos dolorosa, já que sua pequena filha conheceu pouco da vida.

A Deusa se sensibiliza daquela prece da mãe e acaba finalmente criando o seu dragão, uma criatura única e maravilhosa que não só salva a sua pequena filha, como o filho de uma outra mãe que também estava prestes a se afogar no rio, deixando para ele a responsabilidade de cuidar da sua pequena Lyriel, que cresce sabendo de sua história, mas ainda sim sendo muito amada por sua família adotiva.
"Deusa, por que nos fizeste tão frágeis? Por que não me proveu de garras e dentes e asas para defender minha cria, como fizeste aos animais e criaturas que vivem nas florestas? Por que não me fizeste nascer uma criatura monstruosa, pois teria eu preferido! Teria eu preferido, pois assim ninguém teria se aproximado de nós, ninguém teria apagado a luz de nossas vidas. As sombras fortalecem aquelas que as seguem. E a luz nos tornou belos e cheios de alegria, mas somos frágeis como a chama de uma vela. Oh, Deusa, quisera eu ser uma mãe fera! Quisera eu ter nascido uma besta..."
Por mais que se trate de uma história curta, é impossível não simpatizar com os personagens e querer saber um pouco mais sobre eles e suas histórias, a carga emocional que o conto trás é enorme, mas nos mostra como o vínculo de amor entre mãe e filha é grande e como o pouco tempo em que passaram junto influenciou em quem Lyriel se tornou, que a carga emocional de Katrina foi passada para a filha em seus últimos momentos mesmo que ela não soubesse disso.
"Por dez anos ela vagou por Edrim. Sozinha ou acompanhada, Lyriel buscava aplacar o anseio em seu peito. Tinha sede de justiça, e também sede de vingança. Lutava por equilibrar essas forças dentro de si, tentava focar-se na justiça, no bem, na vontade de ajudar aqueles que ainda tanto sofriam. Sua espada e seu escudo tornaram-se símbolos de luz e retidão. Era uma paladina. E chamavam-na a “Dama da Borboleta”. Pois onde quer que Lyriel fosse, havia sempre uma borboleta a acompanhando. Grande, com suas asas azuis brilhantes, ninguém sabia ao certo o que aquilo significava – nem mesmo a própria Lyriel – mas dizia-se que certamente seria alguma benção da Deusa."


Resenha | Sob a Luz da Lua (Nighstshade #1) de Andrea Cremer

Calla Thor não é uma menina normal, e sempre soube qual seria seu destino. Depois de formada pela Mountain School, ela deveria se unir a Ren Laroche, prometendo-lhe ser fiel e companheira até o último dia de suas vidas...

Só que Calla, assim como Ren, é tão humana quanto loba. Alfa dos Nightshades, ela é responsável pelo bem estar e segurança dos outros integrantes de sua alcateia e deve obediência aos Defensores, feiticeiros que vigiam os humanos desde tempos imemoriais.

Tudo deveria seguir como planejado: os destinos de Calla e Ren, alfa da matilha dos Banes, sempre estiveram ligados. Mas ela desrespeita todas as regras ao salvar um humano à beira da morte, desafiando as ordens de seus mestres e sua própria sorte.

Ao se envolver com Shay, Calla assume o risco de revelar os segredos de sua espécie, arriscando a vida e traindo seus companheiros. O amor proibido de Calla e Shay fará com que ela questione seu futuro, sua existência e o mundo que conheceu até agora. Ao seguir o coração, Calla pode pôr tudo a perder — inclusive sua vida. Algum amor vale tamanho sacrifício?

 Série Nightshade | Fantasia | 462 páginas | Ano 2011 | Galera Record | Skoob 
Lido em 2 dias | Avaliação 4 estrelas
 
 
"Fiz algumas anotações e tentei me convencer de que aquilo não tinha importância. Meus olhos insistiam em se voltar para a cadeira vazia, e meus dentes, em trincarem-se uns nos outros com tanta força que a dor no queixo era aguda e incômoda."
Esse livro é o primeiro volume da série Nightshade, e sendo bem sincera, confesso que seria apenas mais um livro cheio de clichês daquele romance proibido entre um humano e um ser sobrenatural. Claro que o livro apresenta elementos em comum com outras histórias já conhecidas, mas é desenvolvida de uma forma bem original que prende o leitor a cada momento querendo saber mais sobre esses personagens com características tão únicas e marcantes.
"A sensação foi familiar e estranha ao mesmo tempo. Senti um arrepio parecido àquele quando eu começava uma caçada. Com Ren, meu desejo aparecia subitamente, como a raiva, como um desafio. Shay evocava em mim uma paixão branda, um calor insistente, contínuo. Não havia matilha, mestre ou mestra. Apenas ele e eu - e seu toque ardia em locais do meu corpo prometidos para outra pessoa."
Confesso que sou o tipo de pessoa que tem um grande ponto fraco por capas bonitas, e isso aconteceu - sem a menor sombra de dúvida com esse livro -, que já queria o livro antes mesmo de ter lido a sinopse ou de ter a menor ideia sobre o que se tratava a trama. Depois que li a sinopse a certeza foi total, afinal, o livro tinha tudo aquilo que me encanta em histórias, com personagens extremamente bem caracterizados, não somos bombardeados - ainda bem - por um romance cheio de melação, mocinhas que precisam ser salvas e rapazes bonitões.

Para quem leu o prequel dessa história vemos que tem muito mais coisa envolvida do que só um garoto perdido que queria conhecer melhor o lugar - e fugir de loucura de sua nova casa -, mas é ali que tudo muda, que vemos de fato que a história vai se desenvolver muito mais do que no menino chateado por ter se mudado de cidade no seu último ano e ter que começar tudo de novo.
"Meus dedos tremeram ainda mais com seu toque; gotas ardentes e incontroláveis caíram dos cantos dos meus olhos. As lágrimas escorreram, turvando minha visão. Por que ele ainda me toca? Ele não entende? Puxei minha mão violentamente e dei um passo desastrado para trás."
Nesse livro, vemos a história um pouco diferente do que conhecemos, não é aquele caso clássico do lobisomem - que aqui são chamados de guardiões - que se transforma quando a lua cheia aparece no céu.

Os lobos também conhecidos como Guardiões se transforma quando querem e bebem sangue um do outro para se curarem, tem como principal missão proteger locais sagrados e os Defensores. Aqueles que possuem magia são conhecidos como Defensores - não me venha chamá-los de feiticeiros - são os responsáveis por manterem o equilíbrio do mundo, são os mestres da matilha e os responsáveis por tomarem as decisões importantes que são acatadas não só pelo alfa como por toda a matilha.

Vemos que na trama é muito bem definida a ordem social entre Guardiões e Defensores, até mesmo os humanos sabem o seu lugar nessa ordem - e se mantém o mais longe possível -, vemos de forma bem clara que existem uma ordem de poder e subordinação bem definida. Mesmo não possuindo livre arbítrio os Guardiões respondem aos Defensores - mesmo quando discordam das escolhas e atitudes destes - com uma conexão quase sagrada.
"Apoiei a testa no seu pescoço, ciente de que eu queria mais do que sua ajuda. O cheiro fresco da sua pele aplacou minha raiva. Ouvi as batidas do seu coração dispararem ao meu toque. Permiti-me pressionar o corpo contra o seu e me deliciei com a forma como seus músculos incendiaram minha pele."
Desde o início do livro podemos perceber que a protagonista Calla é bem diferente, ela toma decisões inteligentes, mesmo sabendo que algumas podem vir a complicar sua vida no futuro, ela é uma alfa e se sente completamente responsável pelo bem estar dos membros de sua matilha. Desde o início podemos perceber que Calla não tem medo de se envolver em brigas - se for necessário - tem uma forma de pensar única pode não ser muito bem aceita pela maioria dos Guardiões. Ela tenta fazer o certo, mas isso não faz com que todas as suas decisões sejam corretas, ou livres de consequências.

Em outro ponto temos Ren, o alfa de outra matilha, aquele que está destinado a ser o parceiro de Calla para a vida, mas ele tem um gênio bem único, muitas vezes sendo extremamente irritante. Como um alfa macho, ele é bem territorial, irritável, ciumento e faz questão de deixar isso bem claro a todos os momentos, principalmente depois de ver os olhares de Shay para Calla. Mesmo com esse jeito um tanto bruto ele sabe ser fofo quando quer e procura sempre deixar Calla confortável, demonstrando que para ele aquela união não é só uma obrigação, ele de fato gosta da garota que está predestinada a ser sua parceira.

E temos Shay, um humano que parece não ter o mínimo de noção ou medo do perigo, quanto mais sabemos sobre esse recém chegado, mais descobrimos que não fazemos ideia de quem ele é, e esse ar misterioso faz com que o leitor fique cada vez mais interessado no que está acontecendo em toda a cidade.

Depois desses três que são os que mais se destacam, temos outros personagens que a cada momento fazem a trama mais envolvente e muitas vezes aliviam a carga pesada que a história poderia ter, os membros das matilhas Nightshade - que seguem Calla - como os da Bane - que seguem Ren - são completamente diferentes entre si, e vemos que mesmo com essas diferenças, quando as matilhas precisam se unir os dois grupos se unem de uma forma incrível, se completam de uma forma única.
"Fitei-o, em silêncio, imóvel. Ele me olhou surpreendido e, então, lentamente, estendeu o braço e deu alguns passos na minha direção. Quando percebi o que ele pretendia fazer, rosnei e ameacei morder seus dedos. Ele pulou para trás e soltou um palavrão. Passei para a forma humana."
A leitura acontece de forma extremamente natural e fluida, mas em alguns pontos se mostra repetitiva, não dentro do livro, mas com outras histórias também.

O triângulo amoroso formado por Calla, Ren e Shay é perceptível de cara, quando a garota se sente na obrigação de salvar o garoto humano. Desde então vemos em Shay um garoto que está intrigado com o que ele viu e tenta descobrir um pouco mais sobre esse novo mundo no qual ele acabou caindo por acidente - ou não -, vemos em Calla uma garota que começa a ficar confusa, primeiro querendo negar tudo aquilo, mas depois faz o que acha certo, explicando para o garoto as coisas sobre esse novo mundo, mesmo que isso represente um risco para ambos, em contra-partida temos Ren que mesmo sabendo que seu destino e o de Calla já estão definidos - pelos defensores - ele ainda sente que não quer que a relação seja somente por obrigação e está disposto a conquistar a garota  e mostrar a ela que se importa com ela e o bem estar de sua matilha.
"Não imaginava que seria tão difícil pedir algo que eu queria. Não estava acostumada a fazer pedidos, mas, ao menos dessa vez, que se danassem os Defensores e suas leis. Era isso o que eles conseguiriam por me mandarem passar tanto tempo com um garoto tão lindo. Meu primeiro beijo deveria ser somente meu."


NETFLIX ANUNCIA 3ª PARTE DE LA CASA DE PAPEL

Resultado de imagem para La casa de papel 3 parte

Quem aqui não está acompanhando a saga do roubo ao Banco Central da Espanha que atire a primeira pedra, brincadeira, sem pedras, (RS).

Para os fãs que estão acompanhando a série e assim como eu, ficou desesperado ao final da segunda parte, a novidade é que podem relaxar, a Netflix fez nossa alegria anunciando que terá 3º parte sim, após alguns sites e a própria Netflix defender que não é bem uma série e que não precisávamos esperar continuação, quebraram a internet na manhã desta quarta feira confirmando a continuação deste grande ato, e nos resta comemorar, não é mesmo!? 


Está série virou sucesso na Espanha em 2017 e virou febre no Brasil no inicio de 2018, tivemos muitas festas de aniversário e fantasias no carnaval inspirado na história, além de alguns assaltos que não deram muito certo também.

Como já havia sido exibido a segunda parte na Espanha, muitas pessoas não conseguiram esperar baixando antes mesmo de chegar na Netflix, porem não existe um marketing tão foda como o deles que usaram a imagem da nossa Queria Sandy para comemorar a estréia do laçamento da segunda parte que aconteceu no dia 6 de Abril e no serviço de Streaming divulgaram um vídeo sensacional dizendo "Eu escolhi esperar".

Resultado de imagem para la casa de papel gif


A data do lançamento da terceira parte ainda não foi divulgada, mas já estamos ansiosos pra ver o desfecho desta história. 



Resenha | Dias de Sombras (Nightshade #0.5) de Andrea Cremer

Este é uma prequel, que é tipo uma introdução para apresentar um dos personagens principais do primeiro livro.






Série Nightshade | Fantasia | 79 páginas | Ano 2010 | Skoob
Lido em 1 dia | Avaliação 3 estrelas

"O ar que entrou quando eu abri a janela estava seco, afiado e penetrante. Tremi reflexivamente."
A história começa com Seamus recebendo uma ligação de seu tio, onde é informado que irá se mudar de cidade, logo vemos ele contar isso para Ally e a partir daí vemos que o garoto tem um grupo de amigo que vai sentir a sua falta de uma forma que ele mesmo nem imaginava, mas eles estão dispostos a fazerem as últimas noites do garoto em Portland inesquecíveis, dando a ele várias despedidas.

Assim que ele chega no seu novo lar, é fácil perceber que ele e o tio não possuem exatamente uma boa relação, ela é mantida por respeito, mas não se trata de duas pessoas que vão conversar sobre os mais variados assuntos. Da mesma forma que as primeiras pessoas que o garoto conhece assim que chega a sua nova casa, não são exatamente como ele esperaria.

"Eu queria fingir que aquilo não tinha acontecido. Que eu não tinha saído da cama e me arrastado lá pra cima. Que eu não tinha atacado uma escultura com um bastão de beisebol. E acima de tudo, que sob o barulho da madeira contra o mármore, eu não tinha ouvido risadas."
Logo que Seamus chega na propriedade Rowan já vemos que ele não fica muito feliz com o lugar, que apesar de ser enorme e ter muitas salas e quartos, é um lugar vazio, onde o garoto ficará sozinho passando seus dias e noites, apesar de ficar lá sozinho a maior parte do tempo, Seamus foi proibido de entrar em alguns lugares, o que deixou o garoto um pouco frustrado no início. Fora que a decoração cheia de esculturas e quadros com imagens um tanto perturbadoras não é exatamente algo que agrade muita gente, ainda mais um adolescente.

O único lugar da propriedade onde Seamus de fato se sente a vontade é em seu quarto, onde ele pediu ao tio para que ninguém - nem mesmo a equipe de limpeza - entrasse, garantindo que ele deixaria o local arrumado. Mas as coisas mudam quando, mesmo sozinho na casa, Seamus começa a ouvir barulhos no meio da noite e esses sons o fazem acordar.

"Eu queria gritar e pular ao redor deles como um maníaco apenas para ver se eles manteriam o ato de deferência ou iria espancar-me como qualquer pessoa sensata. Por muito enervante que o pessoal silencioso fosse, a ante sala em si era ainda mais assustadora."
Logo de cara conhecemos Seamus, que é o protagonista desse livro, muitas vezes chamado de Shay por seu tio Bosque. Por mais que ele goste de morar em Portland, ele sabe que quando seu tio lhe informou que iria se mudar, não tinha muito o que fazer se não aceitar, então mesmo contra a sua vontade vemos Seamus se despedir de seus amigos e arrumar as suas coisas.

Bosque é o tio do protagonista, aparentemente um homem que vive trabalhando e tem pouco tempo para estar com a família, mas isso não significa que ele deixa seu sobrinho jogado por aí sem nenhum tipo de apoio, a sua ausência é suprida por uma mesada que permite ao sobrinho comprar bastante coisas - mas ele não o faz, mesmo tendo condições caso quisesse.

Logan é a primeira pessoa da sua idade que Seamus conhece assim que chega, mas diferente do que seu tio desejaria os dois apesar de se tratarem de forma educada não possuem os mesmos gostos, e ambos parecem saber que não vão ser amigos. Ao menos não até o momento que um deles estiver disposto a mudar ou pelo menos aceitar alguém que é bastante diferente de si.

"A melhor coisa do inglês é a sua inventividade. Há sempre palavras novas. Se você expressar apenas pelos palavrões padrões, você não está se esforçando o suficiente."
De uma forma geral, o livro como um todo nos apresenta não só os personagens como o mistério envolvido naquela mansão - o que desperta não só a curiosidade do personagem principal como também do leitor que fica querendo entender o que está acontecendo, e principalmente o motivo de tudo isso ter começado depois que o garoto foi deixado sozinho na casa.

A autora soube aproveitar pequenos ganchos para deixar o leitor intrigado com a história e querendo saber um pouco mais sobre tudo o que está acontecendo, despertando o interesse para a leitura da série Nightshade.

"Minha respiração ficou presa em minha a garganta. Depois de todos os pesadelos e referências ao inferno, eu esperava que as fechaduras estivessem guardando alguma coisa horrível. Eu não podia ter estado mais errado."
Os pontos mencionados na leitura se relacionam de forma natural, o que faz com que a leitura aconteça de forma natural. A mansão para onde Seamus muda apresenta muitas características únicas que despertam não só a curiosidade do protagonista, como também de quem está lendo a história que busca entender o que está acontecendo.

"Um homem que parecia ser tanto meu avô como membro de uma gangue de motoqueiros, saiu da casa estilo rancho."
Esse livro - prequel - não chegou a ser publicado no Brasil, por isso essa resenha é feita baseado em uma versão que foi encontrada para download disponível na internet. O que pode resultar em alguns pequenos erros de tradução, mas nada que interfira de forma significativa para o entendimento da história.

"Não só eu estava me mudando para um pequeno castelo, como aparentemente eu tinha sido transportado através do tempo para o século XIX."


NETFLIX | Greenhouse Academy

Resultado de imagem para Greenhouse Academy

Para os fãs de High School Musical, Rebeldes e todas as séries do universo escolar adolescente, a Netflix colocou em seu folhetim Greenhouse Academy, é uma escola especializada na formação de lideres no sul da califórnia, com uma dinâmica diferente das escolas comuns acompanhamos também a vida de alguns personagens que para mim mostrou que nem todas as pessoas são boas ou ruins o tempo todo. 

A história é focada na vida dos gêmeos Hayley e Alex, que perdem a mãe logo no incio da série, a mãe que também estudou na Greenhouse supostamente faleceu em uma missão da NASA, tendo como titulo a primeira mulher a ir ao espaço. 

Com duas temporadas tem um fim e uma ponta de continuidade onde poderemos esperar uma 3 temporada. 

Assista e nos conte o que achou. 






Resenha | Janeiro Proibido (De Janeiro a Janeiro #1) de Aline Sant'Ana

Para Gabriela, Janeiro é sempre um mês complicado. Ao mesmo tempo que deveria ser um mês de diversão, pelas férias, mergulhos na piscina e tudo que se espera desse período, ela precisa enfrentar a presença do homem por quem está perdidamente apaixonada. Mas, o que ela não sabe ainda, é que esse sentimento é recíproco.

Seria tudo muito simples, se esse não fosse um amor proibido.

Após sucumbirem ao desejo impossível de controlar, Gabriela e Raphael precisarão tomar a decisão que poderá mudar o curso de suas vidas. Será que seu amor é forte o suficiente para lidar com as críticas e o preconceito da sua família? Ou será que é mais fácil desistir?


 Série De Janeiro a Janeiro | Romance | 70 páginas | Ano 2015 | Charme | Skoob 
Lido em 1 dia | Avaliação 4 estrelas
 
  

"Parecia que dias, meses e anos haviam se passado. Mas a verdade é que em vinte e quatro horas muita coisa pode acontecer. O homem que você ama pode morrer, você pode perder um emprego, descobrir que está grávida, ter uma notícia maravilhosa de que ganhou na loteria."
Desde o início desse livro já é possível perceber a forte atração existente entre Gabriela e Raphael, mas seria muito mais fácil viver esse amor se eles não fossem primos, ou se pelo menos imaginassem que alguém na família iria aceitar aquilo, mas todos parecem ter a mesma opinião, que relacionamentos devem ser feitos com amor, mas com pessoas de outras famílias.

"Amar alguém por anos, sendo que essa pessoa não poderia ficar com você, era como se colocasse uma arma na cabeça e brincasse de roleta russa; uma hora ia explodir e eu não conseguiria conter as repercussões. Uma hora, alguém iria interpretar os olhares, os toques por baixo da mesa, os sorrisos e os momentos que iam além da amizade entre primo e prima."
Logo vemos que os dois personagens sentem bastante ciúmes com relação ao outro, mas não admitem isso em voz alta, ao menos não de uma forma que pareça algo mais o que aquele ciúme de 'irmão/primo', até que surge a história de uma namorada e Gabriela não consegue mais se segurar, querendo se afastar e sofrer sozinha por ter se permitido gostar de Raphael.

"O semblante era doce, mas amargo; agridoce, porque ele sabia que era mais difícil do que poderíamos admitir. Mesmo sabendo dos seus sentimentos por mim, da sua luta sobre a atração desde os meus quinze anos de idade, compreendia que eu, aos olhos de muita gente, era ainda uma garota. Provavelmente, diriam coisas horríveis dele se descobrissem. E como poderiam interpretar isso? É sempre o homem que toma as atitudes, é sempre o cara que corre atrás, e por mais que nós soubéssemos o quanto gostávamos um do outro, ninguém encararia isso de maneira tranquila."
Nesse conto é fácil perceber que o complicado dessa história de amor entre primos não é só o tabu em torno desse amor e o preconceito da família, muitas vezes é o preconceito do próprio casal que complica as coisas, aqui vemos que mesmo se amando a muito tempo Gabriela e Raphael evitaram ao máximo aquilo, tentaram de todas as formas se envolverem com outras pessoas para evitar esse amor, até que não conseguiram mais resistir.

"No mesmo segundo em que ela soltou a bomba, fiquei dura. Meus músculos todos tremeram e a reação do meu corpo era demonstrar cada pedacinho do meu sentimento por ele. Sei disso porque não estava fazendo nada para omitir o rubor nas minhas bochechas e o abrir e o fechar dos meus lábios."


Resenha | Dezembro (A Garota do Calendário #12) de Audrey Carlan


O que você faria para salvar a vida de seu pai? A vida é feita de escolhas. Mia Saunders fez a dela. Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro.

Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser...

Em dezembro, Mia irá a Aspen, a estação de esqui mais celebrada pelos americanos endinheirados. Um homem misterioso pagou uma bolada para que ela fosse até lá. E o que Mia vai encontrar nas montanhas geladas vai mudar sua vida para sempre.

 Série A Garota do Calendário | Erótico | 160 páginas | Ano 2016 | Verus | Skoob 
Lido em 1 dia | Avaliação: 3 estrelas

 

"Nós cinco bebemos e comemos toneladas de comida, até que Matt se ofereceu para parar de beber e ser o motorista da vez. O restante de nós manteve o pique, pois todos tínhamos recebido um golpe duro a respeito da nossa mãe. O que havia a fazer senão viver o hoje? E foi o que fizemos. A noite toda."

Eu até entendo a ideia da autora em mostra que Mia quer cumprir aquilo que ela se comprometeu a fazer logo no início, mas ela concordou com o serviço de acompanhante por necessidade, e não faz muito sentido ela continuar com isso depois de descobrir que tem dinheiro. Nesse último mês a autora tentou focar um pouco na história pessoal de Mia e em seus traumas de infância, envolvendo ambos os pais.

"Naquele momento, percebi todo o significado do “Mia e eu”. Nós não estávamos apenas juntos. Éramos parte de um nós, uma equipe. Assim que nos casássemos, na próxima semana, seríamos referenciados como “os Channing”. Eu nunca tinha sido parte de algo assim. E precisava admitir, enquanto observava Wes abraçar sua família e acariciar a barriga, ainda lisa, da irmã, que ser parte de algo maior, uma família amorosa, realmente era o que importava. Eu entendia agora."

Depois de encontrar o amor com o seu primeiro cliente, Mia e Wes estão prestes a se casar e eles pretendem passar o natal em família, em Aspen. Mas enquanto estão na cidade, Mia trabalha realizando entrevistas com artistas locais - e no decorrer do livro já é possível ter um palpite sobre o que vai acontecer nesse livro - e uma grande surpresa aguarda a protagonista que finalmente encontra respostas para fechar a única ponta solta de sua vida e poder finalmente iniciar uma nova jornada ao lado de Wes.

"Suspirei e curti a sensação de estar olhando para minha primeira árvore de Natal com meus irmãos. Mesmo com o assunto sobre o aparecimento da nossa mãe pairando sobre a nossa cabeça, nós ainda tínhamos isso. Família. Não importava o que acontecesse. Nós éramos mais fortes pelo que havíamos enfrentado. Isso nos fazia valorizar ainda mais o que tínhamos. Momentos como aquele eram novas e belas lembranças que eu levaria comigo até o último dia da minha vida."

Se tem uma coisa que podemos perceber nesse livro é que Mia está perto de finalmente conseguir os seu felizes para sempre, seu quadro em um programa de sucesso vem sendo muito bem recebido pelas pessoas - a protagonista soube aproveitar bem os 15 minutos de fama que teve ao acompanhar alguns de seus clientes -, seu relacionamento com Wes está melhor, assim como sua melhor amiga e sua irmã estão seguindo seus caminhos, até que Mia precisa entrevistar artistas locais em Aspen.

Tudo bem que a ideia é interessante, Mia finalmente pode confrontar a mãe sobre o motivo de ter sido deixada para trás, mas é bem desnecessária, afinal esse novo encontro não vai causar nenhuma reviravolta impactante na vida da protagonista, ela aprendeu a se virar sozinha, resolver seus problemas - e dos outros - e agora que sua vida finalmente parecer estar entrando nos eixos que a mãe resolve aparecer? Ela bem que poderia ter aparecido antes, quando ela precisava, não a abandonando junto com a irmã e um pai que não teve condições de cuidar delas.

"Entreguei a ele a caixa um pouco maior do que a que tinha me dado. Ele sorriu e rasgou o papel da mesma forma que Isabel fizera. Isso me esclareceu algo mais sobre aquele homem: ele adorava ganhar presentes. Tomei nota disso para referência futura, já que planejava mimá-lo absurdamente em seu aniversário, se isso lhe proporcionasse aquele nível de alegria."

Eu entendo - ou pelo menos acho que sim - o que a autora quis fazer ao colocar a presença da mãe de Mia nesse livro, afinal, ela queria mostrar que a mulher não foi uma completa irresponsável, mas por mais que ela tivesse problemas, ela poderia ter procurado os filhos depois que estivesse melhor, não só agora que Mia estava bem com o seu programa de televisão, afinal, em outros momentos da vida, ela e a irmã teriam se sentido muito bem em ter um apoio feminino.

Confesso que não entendi muito o final dado ao pai de Mia, ok, ele não foi o melhor pai do mundo, mas ainda sim era o pai dela, tudo isso de certa forma começou por causa dele, e mesmo que tenha sido de uma forma completamente inusitada - e até errada - se não fosse por ele é bem provável que o casamento de Mia e Wes nem acontecesse - afinal, qual seria a chance de seus mundos se cruzarem?

"Em última análise, independentemente da sua doença ou transtorno, eu precisava que ela se preocupasse mais comigo do que consigo mesma. Eu imaginava que um problema grave como o dela fosse difícil, mas precisava de pessoas solidárias no meu mundo, pessoas que se preocupassem umas com as outras. Naquele momento, eu não tinha espaço para ajudar a juntar os cacos do meu passado com uma mulher que não tinha feito nada além de me deixar para trás."

Um ponto interessante foi a forma como a autora procurou deixar os leitores cientes de como estavam todos os clientes e pessoas importantes que passaram pela vida de Mia durante esse ano, afinal, podemos ver que muito do que a personagem se tornou se deve a eles, mas pela descrição dela, alguns mudaram bastante enquanto outros, não mudaram nada.

"A mão de Maddy apertou a minha debaixo da mesa. Ouvir sobre outra pessoa sofrendo da mesma forma que nós havíamos sofrido atingia muito mais a alma suave da minha irmã do que a minha. Só que não havia motivo para isso. Nossa mãe tinha uma casa acolhedora. E optou por abandoná-la. Não haveria nenhuma empatia da minha parte."


Todos os direitos reservados @2016 - Programação: Algodão Doce Design